"Nem sei se era merecedor desse empate", diz técnico do Corinthians

Treinador ficou insatisfeito com a atuação do Timão contra a Ferroviária

Luciano Trindade
São Paulo

Para o técnico do Corinthians, a atuação de sua equipe neste domingo (24) foi tão ruim que o alvinegro nem merecia sair de campo com o empate.

“Não foi um pouco abaixo, não. Foi abaixo. Fomos premiados com o empate no final, mas não jogamos bem”, disse. “Nem sei se era merecedor desse empate. Fomos premiados em um descuido do adversário. Mas não jogamos bem”, acrescentou.

“Sabemos que não jogamos bem. Temos de jogar mais e sabemos que podemos jogar mais”, analisou.
A principal irritação do técnico foi o excesso de faltas cometidas pelos corintianos.

Gustavo comemora o gol anotado pelo Corinthians sobre a Ferroviária, em Araraquara, no jogo de ida das quartas de final do Paulista
Gustavo comemora o gol anotado pelo Corinthians sobre a Ferroviária, em Araraquara, no jogo de ida das quartas de final do Paulista - Celio Messias/UAI

“Acho que erramos muitos passes simples. Até no próprio gol [da Ferroviária] acho que o Urso perde uma bola que estava no pé. Sornoza errou bastante tecnicamente também. Quando pega um time que tem essa proposta e passa a entregar passes simples, você acaba se perdendo no jogo”, apontou Carille.

O treinador também explicou a opção por deixar Gustagol entre os reservas e só utilizá-lo na etapa final.
“Um cara que sai machucado como ele saiu é titular do time. Não saiu por deficiência. Saiu porque machucou. Eu não o teria por 90 minutos e decidimos terminar [o jogo] com ele”, falou.

Já o artilheiro corintiano, autor do gol do Timão ontem. exaltou o empate. “Resultado bom. Queríamos a vitória, mas não conseguimos. O empate está de bom tamanho. É fazer um grande jogo na nossa cara para sair com a classificação.”

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.