Timão bate o Peixe e abre vantagem na semifinal do Paulista

Marcelo Mora
São Paulo

Com uma vitória por 2 a 1 na tarde deste domingo, no Itaquerão, o Timão saiu na frente do Santos pela vaga à final do Paulistão. No jogo da volta, no próximo dia 8, segunda-feira, às 20h, no Pacaembu, o time do Parque São Jorge joga por um empate para se classificar. Já o Santos tem de vencer por ao menos um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis.

Os gols resultantes de falhas da zaga santista e do goleiro corintiano logo no início do jogo viraram promessa de um clássico alvinegro emocionante. No entanto, ficaram só na promessa. Durante toda a etapa, o Santos trocou passes exaustivamente, tentando encontrar espaços, em vão, para chegar à meta de Cássio. O Corinthians, por sua vez, buscou ocupar os espaços e marcar forte o adversário. Clayson foi o grande diferencial do time.

Clayson (ao centro) comemora com Ralf (à esq.) e Sornoza o seu gol, que deu a vitória ao Corinthians sobre o Santos, no Itaquerão
Clayson (ao centro) comemora com Ralf (à esq.) e Sornoza o seu gol, que deu a vitória ao Corinthians sobre o Santos, no Itaquerão - Rodrigo Coca/Ag. Corinthians/Divulgação

Os gols, porém, só saíram em falhas coletivas ou individuais. Logo aos 3min, Sornoza justificou sua escalação pelo técnico Fábio Carille, em opção a Jadson. O equatoriano bateu falta pela lateral do campo e colocou a bola na cabeça de Manoel, que entrou livre pelo meio da defesa e mandou para a rede.

O Peixe contou com falha clamorosa do goleiro Cássio para empatar logo aos 7min. Jean Mota bateu o escanteio, Cássio tentou cortar, mas só resvalou e a bola sobrou limpa para Derlis González tocar de cabeça para a meta vazia.

Foi necessária mais uma falha individual, desta vez de Luiz Felipe, para o Corinthians voltar à frente do marcador. O defensor, ao cortar um lançamento, cabeceou duas vezes, mas na segunda entregou nos pés de Clayson, que partiu para cima do marcador, cortou para dentro da área e chutou rasteiro, no canto esquerdo do goleiro Vanderlei.

No final da etapa, um susto: Aguilar chocou a cabeça com a de Danilo Avelar em disputa pelo alto e saiu de campo de ambulância direto para o hospital. Foi substituído por Lucas Veríssimo.

Na segunda etapa, o Santos voltou com Rodrygo no lugar de Cueva, mas foi o Corinthians que esteve mais perto do terceiro gol do que o time da Vila Belmiro do empate. E Clayson ainda tentou gol de bicicleta, para delírio da Fiel no estádio.
 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.