Descrição de chapéu INSS

Pedido de benefício foi feito ao INSS em outubro

Aposentadoria por idade ainda não foi concedida

Fernanda Brigatti
São Paulo

O socorrista Ivo Fontabelle Barbosa, 65 anos, esperava entrar no ano de 2019 já aposentado, mas isso não aconteceu. O pedido de aposentadoria por idade, feito ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em outubro do ano passado, até hoje não andou. “Dei entrada pelo telefone, no 135, e disseram que o prazo para uma resposta era de 45 dias, mas essa previsão não foi cumprida”, afirma Barbosa.

Ivo Fontabelle Barbosa, 65 anos, pediu a aposentadoria em outubro do ano passado e, mesmo com 32 anos de contribuição, o benefício não saiu até hoje - Rivaldo Gomes/Folhapress

O segurado relata também que buscou informações mais de uma vez por meio da central telefônica. “Só dizem que está tudo bem, que estão verificando, mas que tem muita gente entrando com pedido de aposentadoria.”

Barbosa acredita ter todas as condições para ter o benefício aprovado. Ele calcula ter pelo menos 32 anos de contribuição, todos por períodos de trabalho com carteira assinada.

“Eu fiquei sabendo que o INSS não usa o tempo antes de 1995, mas eles não me respondem se isso está atrasando a concessão”, disse. De fato, os períodos mais antigos, anteriores a julho de 1994, não são usados na média salarial, mas entram na contagem no tempo de contribuição mínimo.

Resposta

O INSS em São Paulo informou que enviou ao segurado uma “carta de exigências”, na qual pede a apresentação de mais documentos. Ele deverá agendar uma data e horário para ser atendido na agência da Previdência Social. Isso pode ser feito pelo site meu.inss.gov.br ou via telefone, na Central 135, de segunda a sábado.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.