Goleiros trabalham dobrado e Majestoso termina empatado

Tiago Volpi e Cássio fazem defesas milagrosas e São Paulo e Corinthians ficaram no 0 a 0 no Morumbi

São Paulo

Marcado por brilhantes defesas de Cássio e Tiago Volpi, mas também por muitas oportunidades perdidas, o primeiro Majestoso do ano terminou zerado na noite deste sábado (15), no estádio do Morumbi.

O São Paulo dominou grande parte da partida válida pela 6ª rodada do Paulista, porém pecou nas finalizações e segue fora da zona de classificação do Grupo C, com os mesmos 9 pontos do Mirassol e da Inter de Limeira, mas pior saldo.

O goleiro são-paulino Tiago Volpi voa para defender cobrança de falta do corintiano Luan, no clássico Majestoso que terminou empatado por 0 a 0, no Morumbi
O goleiro são-paulino Tiago Volpi voa para defender cobrança de falta do corintiano Luan, no clássico Majestoso que terminou empatado por 0 a 0, no Morumbi - Paulo Pinto/saopaulofc.net

O Corinthians assustou os mandantes em momentos pontuais, mas parou em Volpi e segue em segundo no D, atrás do Guarani.

A partida começou quente e muito intensa desde os minutos iniciais. Apesar da qualidade dentro das quatro linhas, um episódio lamentável partiu da arquibancada do Tricolor.
O jogo, logo aos 4min, foi paralisado pelo árbitro por gritos homofóbicos vindos da torcida mandante contra o goleiro Cássio.

Depois do recomeço, o São Paulo cresceu, explorando principalmente o lado esquerdo, e passou a assustar a meta rival.

Aos 15min, Daniel Alves mandou uma bomba de fora em cobrança de falta e exigiu Cássio. Na sequência, Pablo e Pato abusaram do preciosismo e perderam duas oportunidades.

O Timão respondeu apenas aos 24min, com um chute sem perigo do zagueiro Pedro Henrique. No contra-ataque, Cássio salvou o time em finalização de Bueno.

Aos 33min, Hernanes recebeu livre dentro da área, mas demorou e foi travado.

Depois de pouco ameaçar, o Alvinegro acordou nos minutos finais. Mas Boselli concluiu mal, parou em dois milagres de Volpi e o jogo foi zerado para o intervalo.

Com menos de cinco minutos, Reinaldo perdeu uma grande oportunidade cara a cara com Cássio. A melhor chance até então veio aos 15min da etapa final. Na cara do gol após desvio de Vitor Bueno, Pato bateu colocado, mas Cássio deu um toquinho com o pé e evitou.

O jogo perdeu intensidade na sequência e, em mais de 20 minutos, houve apenas duas finalizações, de Tchê Tchê e Reinaldo.

Até que, aos 43min, Luan mirou o ângulo em falta, porém Volpi se esticou todo para defender sua meta.

O time da casa respondeu já aos 47min, quando o zagueiro Bruno Alves bateu firme e Cássio voou para salvar o Timão. Esse lance foi na sequência de um pedido de pênalti de Camacho em Igor Gomes. Mas a arbitragem nada marcou e o Majestoso terminou zerado.

Esse foi o grande motivo da reclamação de jogadores e diretoria do São Paulo após o jogo. Os diretores Raí, Diego Lugano e Alexandre Pássaro cercaram o árbitro xingando-o e cobrando explicações.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.