Cronos e Cobalt fazem briga por espaço

Fiat e Chevrolet têm duelo dos sedãs compactos com porta-malas grandes

Fernando Pedroso
São Paulo

Com sedãs médios passando dos R$ 100 mil, famílias que buscam carros espaçosos com motor mais potente do que os populares têm ido em busca dos compactos. Dois concorrentes que podem atender a esses requisitos são Fiat Cronos e Chevrolet Cobalt, ambos 1.8.

O sedã da Fiat é o mais recente. Tem um porte menor, mas não deixa a desejar quem pretende transportar cinco pessoas e bagagem no porta-malas de 525 litros.

Vai pagar R$ 75.490 na versão Precision que já tem controles de tração e estabilidade, rodas 16” e tela multimídia 7” com acesso a sistemas de celulares.

O sedã pode ganhar itens como airbags laterais, bancos de couro, ar digital, rodas 17” e chave presencial, mas sobe para R$ 86.307.

O Cobalt é mais barato, parte de R$ 74.490. É também maior. O porta-malas chega a 563 litros e o entre-eixos 10 cm maior que do Fiat (2,62 m contra 2,52 m) garante um espaço mais generoso no banco de trás.

Mas fica devendo em equipamentos. Controles de tração e estabilidade não existem no sedã da Chevrolet e as rodas são 15” na LTZ.

A versão mais completa é a Elite, por R$ 78.590. Acrescenta bancos de couro, sensor de chuva e rodas exclusivas, mas de 15”.

Nada de airbags adicionais ou itens de conforto já comuns em carros da categoria, como o ar-condicionado digital automático.

Nenhum dos dois carros usa uma mecânica muito moderna, mas o Cronos sai na frente com seu 1.8 16v.

Ele chega a 139 cv de potência, tem melhor desempenho e funcionamento mais suave e silencioso. O câmbio automático de seis marchas é mais rápido.

O 1.8 do Cobalt já passou por melhorias, mas na essência é o mesmo há muito tempo. Ainda é 8v e tem apenas 111 cv de potência, inferior até a propulsores 1.0 turbo da concorrência, como do VW Virtus (128 cv). Mas, apesar disso, bebe menos. Na cidade com álcool, faz 7,6 km/l contra 7,2 km/l do rival. Na estrada é 10 km/l a 9,6 km/l respectivamente, segundo números do Inmetro.

Mais caro, Virtus tem 1.0 moderno

Uma opção a Cronos e Cobalt é o Volkswagen Virtus. Na versão Comfortline com motor 1.0 turbo de até 128 cv custa R$ 77.330. Em compensação, já oferece controles de tração, de estabilidade e airbags laterais.

Tem porta-malas de 521 litros e câmbio automático de seis marchas.

Com o motor mais moderno, o carro entrega um consumo ligeiramente melhor do que os concorrentes. Com álcool na cidade, faz 7,8 km/l. Na estrada faz 10,2 km/l. O desempenho também é melhor.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.