Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e conquista o Paulistão

Verdão conta com estrela de Weverton e encerra jejum de 12 anos

São Paulo

Chega ao fim o jejum de 12 anos sem o título do Paulistão do Palmeiras. Em um jogo que reservou todas as emoções para a etapa final, o Verdão bateu o Corinthians nos pênaltis por 4 a 3 após o empate por 1 a 1 no tempo regulamentar, neste sábado (8), no Allianz Parque, e ficou com a 23ª taça.

Além da comemoração pelo troféu, o time de Vanderlei Luxemburgo impediu o tetracampeonato inédito na era do profissionalismo do Estadual pelo maior rival.

Nos 90 minutos, Luiz Adriano abriu o placar para o time alviverde no começo do segundo tempo e Jô igualou de pênalti no último minuto da etapa.

Nas penalidades, Weverton defendeu as cobranças de Cantillo e Michel, Cássio ainda conseguiu segurar a de Bruno Henrique, e o título ficou com o time da casa.

A partida começou com um bom ritmo e com o Verdão melhor. De cara, a equipe da casa teve a chance mais clara da etapa inicial. Aos 6min, Luiz Adriano tocou para Zé Rafael que, mesmo caído na grande área, descolou um ótimo cruzamento rasteiro. A bola chegou livre para Willian que encher o pé, mas parou em um milagre de Cássio.

O Timão respondeu com menos perigo aos 9min, quando Jô errou o cabeceio. Na sequência, a partida perdeu intensidade e as duas equipes encontraram dificuldades para finalizar.

O Corinthians teve um gol de Jô bem anulado aos 27min e, somente aos 36min, uma nova oportunidade foi criada. Novamente com o atacante corintiano cabeceando para fora.

Luxemburgo é levantado pelos jogados do Palmeiras após título do Paulistão
Luxemburgo é levantado pelos jogados do Palmeiras após título do Paulistão; técnico venceu a competição pela 9ª vez na carreira - Nelson ALMEIDA/AFP

O fim do primeiro tempo ainda contou com um chute de Ramiro, aos 44min, para defesa de Weverton e uma finalização para fora de Vital, no minuto seguinte.

Assim, a decisão do Estadual foi zerada para o intervalo e tudo que faltou de emoção na etapa inicial, apareceu nos últimos 45 minutos da partida.

De cara, aos 3min, o Verdão abriu o placar. Viña avançou pela esquerda e cruzou na medida para Luiz Adriano, que subiu mais que os marcadores e testou para o fundo da rede de Cássio.

O tento animou o time da casa, que passou a pressionar mais o adversário. Aos poucos a partida mudou de cara. O Palmeiras passou a segurar mais a bola e o Corinthians foi para o ataque abusando de cruzamentos.

Quando a vitória parecia garantida para o Verdão, faltando 10 segundos para o fim, Gómez derrubou Jô na área e o árbitro assinalou um pênalti. O próprio atacante foi para a batida e converteu, levando a decisão para as penalidades.

Na disputa, Weverton defendeu duas cobranças —de Michel e Cantillo—, enquanto Cássio pegou a de Bruno Henrique. Por 4 a 3, o Palmeiras ficou com o troféu.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.