3.500 disputam vaga em feirão para quem tem mais de 45 anos

Candidatos madrugaram em fila que dobrou o quarteirão para disputar 800 vagas

Ana Paula Branco
São Paulo

Um feirão do emprego voltado para trabalhadores com mais de 45 anos de idade reuniu 3.542 candidatos, nesta sexta (11), na CTR (Central de Trabalho e Renda) de São Bernardo do Campo (ABC). Eles disputam 800 vagas de 18 empresas.

Flávio Felisberto dos Santos, 50 anos, chegou às 7h de quinta-feira (10) no local e era o primeiro da fila, que dobrava o quarteirão quando o feirão começou, às 9h.

 
Desempregado há um ano e meio, tinha a esperança de sair com a carteira assinada. O evento, porém, foi apenas para uma pré-seleção. Na próxima semana, as empresas devem ligar para os candidatos, marcando a segunda etapa do processo.

"Deixei meu currículo com todas as empresas, como tenho feito diariamente. Aceito qualquer vaga, o importante é conseguir um emprego", disse o trabalhador, que passou o dia sem comer e precisou emprestar dinheiro para ir se candidatar.

De acordo com a CTR, as funções mais procuradas foram as de auxiliar de limpeza, porteiro e auxiliar de cozinha. A feira ofereceu ainda vagas para atendente de telemarketing, inspetor de qualidade, vendedor, enfermeiro, motorista de caminhão, entre outras.

Um dos recrutadores, uma rede de supermercado, recorreu ao feirão para selecionar a maior parte da equipe de sua nova unidade, que será inaugurada em breve na cidade.

"As empresas disseram que o saldo foi positivo, pois haviam muitos trabalhadores qualificados e eles puderam conversar com eles", afirma Ana Paula Skinkawa Gomes, coordenadora da CRT.

Com experiência de caixa e auxiliar de produção, Giovana Marques chegou às 8h15, mas não conseguiu deixar seu currículo por ter 43 anos. "Vou voltar na semana que vem", disse. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.