Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Decolar demora para fazer estorno, diz cliente

Estudante afirma que cancelou pacote de viagens em abril, mas não recebeu nada

Porto Alegre
O estudante Matheus Visconti Jerke, 23 anos, de Porto Alegre (RS), conta que, em março, ele e a namorada compraram duas passagens de ida e de volta, além da hospedagem no site da Decolar para Morro de São Paulo, na Bahia. Porém, o leitor afirma que, no início da pandemia, pediu a remarcação da viagem, mas não foi atendido. Ele diz aguardar, desde então, o reembolso do pacote de viagens no total de R$ 2.395,15.
Jerke relata que, apesar de não conseguir falar por nenhum meio com a Decolar, ainda entrou em contato com a pousada contratada para se informar se poderia remarcar a data de sua hospedagem.
Matheus Jerke afirma que a Decolar não o atende - Arquivo pessoal

“A nossa ideia inicialmente era remarcar para outubro. O pessoal da pousada foi muito receptivo. Disseram que não haveria nenhum problema em alterar as datas. Isso foi em março. Um mês depois, nossa viagem foi cancelada, pois não tinha mais condições de tentar uma remarcação via Decolar”, reclama Jerke.

O leitor afirma que, entre os meses de abril e de maio, fez tentativas semanais para conseguir falar com algum atendente da Decolar via telefone, mas não obteve sucesso. ”Ligava toda semana. Tento ligar lá há meses, porém não atendem. Mandei emails, mas também em vão”, queixa-se à reportagem do Agora.
O estudante conta que, após muito insistir, conseguiu cancelar a viagem e recebeu um email da Decolar afirmando que seria reembolsado, mas ele reclama que, até hoje, está aguardando os R$ 2.393,15 pagos por ele e pela namorada.”

Empresa realizará reembolso

A Decolar informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que foi realizado o cancelamento do pacote, com reembolso das passagens aéreas e da hospedagem, resolvendo o caso, e já avisou o cliente sobre o prazo.

A empresa diz ainda estar à disposição do consumidor.

Em novo contato com o Agora, o leitor confirmou a ligação da empresa. “Disseram que o valor das passagens será devolvido em até 12 meses e a hospedagem consta como crédito no site da Decolar”, afirmou Jerke.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.