Descrição de chapéu Grande SP

Promotoria denuncia 5 suspeitos de matar família encontrada carbonizada no ABC

Ministério Público denunciou filha do casal, namorada dela, e outros três suspeitos

São Paulo

O Ministério Público de São Paulo denunciou por homicídio triplamente qualificado, nesta segunda-feira (30), os cinco suspeitos de participação na morte do empresário Romuyuki Gonçalves, 43 anos, da mulher dele, Flaviana, 40, e do filho do casal, Juan, 15.

Os três foram encontrados carbonizados, dentro do porta-malas do carro da família, na madrugada de 28 de janeiro em São Bernardo do Campo (ABC).

A promotora Thelma Cavarzere, de São Bernardo do Campo, denunciou Juliano Oliveira Ramos Júnior, 22 anos, Guilherme Ramos da Silva, 19, Jonathan Fagundes Ramos, 23, Anaflávia Menezes Gonçalves, 24, filha do casal assassinado, e a namorada dela, Carina Ramos de Abreu, 31.

Eles foram denunciados por homicídios triplamente qualificados (motivo torpe, meio cruel e recurso que impediu a defesa das vítimas), roubo e destruição de cadáver.

“De acordo com o apurado, em janeiro deste ano, os denunciados usaram arma de fogo e meios violentos para subtrair objetos da residência das vítimas, situada em Santo André. Após o roubo, os criminosos agrediram, entorpeceram e mataram Romuyuki, Flaviana e Juan Victor", diz trecho de nota do Ministério Público.

Segundo laudos necroscópicos, as três vítimas morreram de traumatismo craniano provocado por agente contundente.

A Justiça agora vai analisar a denúncia da Promotoria.

O Agora não localizou a defesa dos acusados até a publicação desta reportagem.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.