Descrição de chapéu Coronavírus

Preocupado com mortes em SP, papa telefona para dom Odilo

Pontífice e cardeal, arcebispo de São Paulo, conversaram neste sábado por causa dos casos de coronavírus

São Paulo

Preocupado com a pandemia do novo coronavírus em São Paulo, o papa Francisco ligou na manhã de deste sábado (9) para o celular do arcebispo metropolitano de São Paulo, o cardeal dom Odilo Scherer.

Na ligação, feita às 11h40, o pontífice demonstrou preocupação com a situação que o estado vive diante da pandemia de covid-19. “Perguntou como estamos em São Paulo, pois teve informações sobre a situação grave da pandemia. Ele manifestou grande preocupação pelo número crescente de doentes e pelas perdas de vidas humanas, prometendo rezar por todos”, disse nota publicada no site da arquidiocese de São Paulo.

O papa Francisco durante encontro com a pobreza materiais e espirituais da Amazônia - Divulgação/Vaticano

​Segundo balanço divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde, até sexta-feira a cidade de São Paulo havia confirmado 2.106 mortes provocadas pelo novo coronavíus. Também de acordo com a gestão Bruno Covas, em uma semana, foram 393 mortes registradas, o que dá um aumento de 23%. A média é de 56,1 óbitos por dia de coronavírus. No estado, segundo a gestão João Doria (PSDB) eram quase 3.500 mortes até a sexta.

Segundo o texto da arquidiocese, o pontífice também quis saber como estão os pobres e expressou sua preocupação pela situação deles, sabendo que nem sempre eles têm casa, nem condições adequadas para seguir as medidas preventivas contra o contágio.

“Expressou sua proximidade e solidariedade para com toda a população de São Paulo e disse que estava orando por nós. Por fim, ele pediu para transmitir a todos a sua bênção apostólica e também se recomendou nossas orações por ele”, comunicou o arcebispo no texto.

Ao agradecer ao papa Francisco, dom Odilo ressaltou que sua ligação e suas palavras eram motivo de grande conforto para todos e que as transmitiria juntamente com sua bênção apostólica.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.