Verdão sofre com o Tricolor, mas arranca o empate no Morumbi

Líder mantém a invencibilidade, mas a diferença para o Santos cai para três pontos

Marcelo Mora

Uma infelicidade de Tiago Volpi impediu que o Tricolor deixasse o campo vitorioso no clássico contra o ainda invicto Verdão, na noite deste sábado (13), no Morumbi, na retomada do Brasileirão, após a paralisação para Copa América.

Por outro lado, foi graças à grande atuação de seu goleiro, com defesas milagrosas na partida, que o São Paulo pôde somar mais um ponto. Com o empate de 1 a 1 no Choque-Rei, gols de Pablo e de Dudu, o Palmeiras chega a 26 pontos em 10 jogos, isolado na liderança, mas com o Peixe em seu encalço, com 23. O São Paulo, por sua vez, tem 15 pontos.

O palmeirense Thiago Santos disputa a bola com o são-paulino Luan
No confronto aéreo de volantes, o palmeirense Thiago Santos disputa a bola com o são-paulino Luan, no clássico disputado no estádio do Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. - Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Então pressionado pela necessidade de vitórias, o time do técnico Cuca fez o que precisa fazer logo no início: marcar gol no Morumbi e vazar o time de melhor defesa na competição. A vida dos são-paulinos obviamente foi facilitada pela decisão de Felipão de poupar quase todos os seus titulares da zaga, além da dupla de volantes. Os dois times imprimiram ritmo intenso já no início e se revezaram nas investidas, mas foi o Tricolor que criou a primeira boa chance para marcar logo aos 7min, com Tche Tchê.

Dois minutos depois, Pablo, que não jogava desde 30 de março, deixou claro por que tanta falta fez ao ataque são-paulino nesse seu período de ausência forçada. O agora camisa 9 se antecipou ao beque Antonio Carlos e desviou para as redes o cruzamento da direita de Hernanes, fazendo o seu primeiro gol no torneio.

O caminho utilizado pelos dois times para atacar era pela direita. Pela equipe da casa, o trio Hudson, Antony e Hernanes explorava bem o setor. O Verdão respondia com Marcos Rocha, Dudu e Gustavo Scarpa. Aos 23min, o Verdão só não empatou porque Volpi fez grande defesa em chute cruzado de Scarpa. No final da etapa, Pablo levou a pior em disputa pelo alto com Thiago Santos ao cair sobre o joelho direito e precisou de ser substituído por Raniel no intervalo.

No início do segundo tempo, sobrou emoção, com os dois goleiros evitando gols com grandes defesas em sequência. Tiago Volpi fez milagre ao defender chute cara a cara de Deyverson. No contra-ataque, foi a vez de Weverton fazer duas grandes intervenções seguidas. Mas aos 25min, o fatídico lance que decretou a igualdade: Dudu arriscou chute, a bola desviou em Reinaldo, encobriu Volpi, bateu na trave, nas costas do goleiro e foi para o fundo das redes.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.