Lusa pega o Juventus de olho no centenário

Resultado negativo no Canindé e possível queda na Copa Paulista deixará o Rubro-verde fora do cenário nacional em 2020

Luís Marcelo Castro

A Portuguesa entra em campo no Canindé, às 16h deste domingo (18), não apenas com o seu futuro na Copa Paulista em jogo, mas com o ano do centenário do clube em xeque.

Lanterna do Grupo 3 do torneio estadual, o Rubro-Verde precisa derrotar o Juventus, líder da chave, para se manter vivo na briga por uma vaga na próxima fase da competição. Isso significa que um revés —seguida de uma provável eliminação na última rodada— deixará a equipe mais um ano fora do sonhado retorno ao Campeonato Brasileiro, em 2020, justamente quando festejará seus cem anos.

O goleiro Rafael Pascoal não poderá deixar passar nada no Canindé, diante do líder Juventus, para manter a Portuguesa na briga pela vaga à próxima fase da Copa Paulista
O goleiro Rafael Pascoal não poderá deixar passar nada no Canindé, diante do líder Juventus, para manter a Portuguesa na briga pela vaga à próxima fase da Copa Paulista - Jardiel Carvalho - 16.jan.19/Folhapress

Assim, o clube só disputaria a Série A-2 do Paulista e a Copa Paulista, assim como nesta temporada.

O campeão da Copa Paulista escolhe se participará da Série D do Campeonato Brasileiro ou da Copa do Brasil do ano seguinte.

O empate do Nacional com o Corinthians B por 0 a 0 na tarde deste sábado não chegou a ser desastroso, mas a situação da Lusa continua delicada.

Com sete pontos, a Portuguesa está três atrás do Nacional, o último na zona de classificação —visita o Juventus na última rodada.

O time do Canindé recebe o Moleque Travesso e visita o Taubaté —ambos já estão classificados aos quadrangulares da segunda fase.

Em terceiro, com 12 pontos, o Desportivo Brasil garante vaga se a Portuguesa tropeçar nesta rodada.
Assim, resta ao time do técnico Zé Maria vencer seus dois compromissos e ainda secar o rival da Rua Comendador Souza.

Desde que estourou o obscuro caso Heverton,  no Brasileirão de 2013, a Lusa colecionou rebaixamentos e, com problemas financeiros, encontra dificuldades para montar uma equipe competitiva para retomar o caminho das glórias.

Quatro dias após completar 99 anos, terá uma ideia se seu torcedor passará o centenário do clube sem ter o que festejar.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.