Timão derrota o Goiás e alcança quinto lugar no Brasileirão

Com gols de Júnior Urso e Boselli, Corinthians faz a festa em Itaquera

Luís André Rosa

Em um confronto adiado da 7ª rodada, o Corinthians derrotou o Goiás, por 2 a 0, nesta quarta-feira (7), em Itaquera, e conseguiu diminuir a distância para os quatro clubes mais bem colocados deste Brasileirão.

Isso foi possível porque o Alvinegro e o Esmeraldino completaram os 13 jogos da maioria dos competidores. Agora, para todos as equipes terem o mesmo número de partidas resta o confronto São Paulo e Athletico-PR, que deveria ter acontecido na 13ª rodada e foi adiado para o dia 21 de agosto.

O argentino Mauro Boselli comemora o gol contra o Goiás
O argentino Mauro Boselli comemora o gol contra o Goiás; atacante disse que foi "horrível" esperar a confirmação da penalidade pelo juiz consultar o monitor de vídeo. - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Com o triunfo, o Timão soma 23 pontos, um a menos do que Flamengo (3º) e Atlético-MG (4º). Em relação aos dois primeiros colocados a distância é maior. O líder Santos tem 32 e o Palmeiras, o vice, 28.

A tática de esperar o adversário no campo de defesa funcionou ao menos para o conjunto goiano sofrer menos. O time, que confirmou o retorno do técnico Ney Franco, permanece estacionada nos 17 pontos e ocupa o 12º lugar na competição.

O técnico Fábio Carille resolveu fazer um rodízio na escalação e deixou três titulares na reserva, o lateral esquerdo Danilo Avelar, o meia Sornoza e o atacante Vagner Love. Em seus lugares entraram, respectivamente, Carlos Augusto, Mateus Vital e Mauro Boselli.

A estrutura tática foi mantida e a equipe teve campo de sobra para articular, mas foi o Goiás quem primeiro teve uma chance clara para abrir o marcador. Na finalização do atacante Kayke, aos 18min, a bola carimbou a trave esquerda do goleiro Cássio. 

O susto fez o Timão acelerar a troca de passes e saiu o gol. Em uma troca de passes tranquila, a bola chegou ao volante Júnior Urso, aos 18min, que arrematou livre na grande área.

Em um raro lampejo no ataque, o jovem Michael, aos 29min, entortou o zagueiro Gil e fez o gol que daria o empate. Porém, o atleta, ao receber a bola na área, estava impedido. Isso só foi possível saber após a consulta ao árbitro de vídeo.

Fora um chute de Kayke, que o goleiro Cássio defendeu e a bola raspou no travessão antes de ir para escanteio, os times pouco fizeram para sair mais um gol.

Até que próximo do fim, Rafael Vaz cortou uma bola com a mão na área em jogada com Júnior Urso. Pênalti marcado após a consulta ao VAR. Boselli bateu com raiva e anotou o segundo, aos 42min.

Antes da partida, o Timão teve que interditar o nono andar do setor Oeste do estádio. O clube informou que houve um vazamento de água no local. Com isso, os torcedores que compraram ingressos para a Oeste Superior tiveram de ser deslocados para a parte inferior.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.