Vasco interrompe sequência de vitórias do São Paulo

Equipe de São Januário aproveita expulsão de Raniel e triunfa no Rio de Janeiro

Marcelo Mora
São Paulo

O São Paulo teve uma série de nove partidas sem derrota interrompida ao ser batido por 2 a 0 pelo Vasco, na tarde de domingo (25), em São Januário, no Rio de Janeiro, pelo Brasileirão.

Antes do jogo, a expectativa dos são-paulinos, que celebravam cinco vitórias seguidas, era de até mesmo chegar à liderança, contando com tropeços de Santos e Flamengo para isso. Ao menos os números obtidos após a pausa da Copa América —16 pontos conquistados de 18 disputados, com 88,8% de aproveitamento— credenciavam o time de Cuca a brigar pela ponta.

Com a derrota, no entanto, o São Paulo permaneceu com 30 pontos, três atrás do primeiro colocado. A equipe carioca, por sua vez, chegou aos 20 pontos, afastando-se da zona de rebaixamento. Os gols foram marcados por Talles e Fellipe Bastos.

O atacante Talles comemora seu primeiro gol como profissional do Vasco - Rafael Ribeiro/Vasco/Divulgação

Pelo terceiro jogo seguido, Cuca escalou o meio-campo do Tricolor com Tchê Tchê, Liziero e Daniel Alves. Desta vez, no entanto, o setor acabou envolvido pelo time carioca, que dominou a partida desde o início.

A situação da equipe paulista ficou ainda pior com a expulsão do atacante Raniel, com 35 minutos de bola rolando. Em uma disputa de bola, o são-paulino levantou demais a perna e acertou a cabeça de Richard. Em um primeiro momento, o árbitro nada assinalou. A decisão foi revista após análise da jogada em vídeo.

Antes disso, logo aos 9min, Tiago Volpi já havia salvado a equipe ao sair do gol para fechar o ângulo e defender com os pés conclusão de Raul. O Tricolor só levou perigo à meta adversária aos 44min, em um veloz contra-ataque puxado por Antony pela direita.

Na sequência, Everton girou sobre seu marcador e bateu rasteiro da entrada da área, obrigando Fernando Miguel a fazer boa defesa. Antes do apito final, Talles dominou com estilo cruzamento de Pikachu diante da zaga são-paulina e bateu forte, com a bola passando rente ao travessão.

Para a segunda etapa, Vanderlei Luxemburgo trocou Andrey por Rossi no ataque vascaíno, que continuou levando perigo à meta de Volpi. Logo aos 8min, o próprio Rossi tentou arrematar de voleio, mas pegou mal na bola e mandou por cima.

Aos 12min, o Vasco, enfim, conseguiu marcar. Após cobrança de escanteio, Castán desviou e a bola sobrou para Talles, que dominou e bateu no canto, sem chance de defesa para Volpi. Aos 35min, Fellipe Bastos apareceu livre na área para ampliar e fechar o placar.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.