Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Goleada da Sociedade Esportiva Palmeiras!

Verdão tem exercido um papel exemplar em defesa da vida

São Paulo

Em nome do Pai, amém, justiça e paz, aos homens de bem, Deus não criou raça e nos ensinou, aos olhos não existe cor... Alô, povão, agora é fé! Em profundo e sincero respeito à manada alienada e/ou isentona que acredita no mito que esporte e política não se misturam, talkey, falemos de futebol.

E, como aqui não tem espaço para notícias falsas (os fronhas colonizados da geração hat-trick que chamam "bloqueio total" de "lockdown" preferem "fake news") e detesto polêmica, não vou entrar no assunto 1951 e tratemos do grande assunto mundial: pandemia!

Gustavo Gómez participa de campanha de doação de sangue do Palmeiras durante a pandemia de coronavírus
Gustavo Gómez participa de campanha de doação de sangue do Palmeiras durante a pandemia de coronavírus - Divulgação

Miguel Nicolelis tem motivos para estar orgulhoso: a Sociedade Esportiva Palmeiras tem goleado a concorrência e merece aplausos de quem canta e vibra pela civilização, pela medicina e pela verde esperança (viva a Mata Atlântica!) de uma sociedade melhor, menos egoísta e menos canalha.

Se, em 2019, o Flamengo conquistou Carioca, Brasileiro e Libertadores e levou claramente a melhor contra o Palmeiras no duelo esportivo entre os dois times mais ricos e badalados do país, a resposta institucional do Alviverde, nesta temporada, é de corar de vergonha os rubro-negros decentes.

Após permitir que o lunático Bolsonaro, então recém-eleito presidente, entrasse no gramado para fazer arminha e levantar o troféu do Brasileiro-2018, o Verdão mudou o rumo da prosa e é, disparado, o grande clube brasileiro que tem melhor se posicionado em defesa da vida, da civilização e do combate à pandemia.

E o Flamengo, no extremo oposto, misturou as suas popularíssimas cores rubro-negras ao bolsonarismo boçal, irresponsável, chucro e anticiência.

E, por falar em papelão de time popular, como só posicionamento institucional não enche a barriga de ninguém, não dá para o Corinthians dar corda a boatos envolvendo possíveis transações envolvendo os retornos de Jô e de Carlitos Tevez enquanto manda embora e corta salários dos funcionários mais humildes!

Parabéns, Palmeiras! Nunca será só futebol!

Antonio Gramsci: "Contra o pessimismo da razão, o otimismo da prática".

Sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.