Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: São Paulo joga para afundar Bragantino e dormir na ponta

Tricolor encara um rival em má fase para tentar mais uma vitória

São Paulo

É hoje o dia da alegria, e a tristeza nem pode pensar em chegar... Alô, povão, agora é fé! Caso confirme o inconteste favoritismo contra o ameaçado Bragantino, o Tricolor afunda o time da Red Bull na zona da degola e, muito mais importante à torcida, dorme na liderança do Brasileiro, campeonato que não vence desde o longínquo tri-hexa de 2006/2007/2008.

O atacante Luciano é uma das armas do São Paulo para chegar à liderança do Campeonato Brasileiro
O atacante Luciano é uma das armas do São Paulo para chegar à liderança do Campeonato Brasileiro - Rubens Chiri - 6.set.20/saopaulofc.net

Por característica e necessidade, é muito provável que o Braga não jogue com os dez jogadores atrás da linha da bola e, mesmo assim, limite-se a contra-atacar (os fronhas chamam de jogo reativo). É o típico jogo que o Tricolor ficará mais com a bola e terá espaço para finalizar, uma perigosa tentação para o “dinizismo” ressurgir. Resta saber se o São Paulo terá uma recaída, ou se vai manter a objetividade que o levou às vitórias contra Fortaleza, Sport, Athletico-PR, Corinthians e Fluminense.

Com o vexame contra o catadão Mirassol/WhatsApp fresco na memória, o são-paulino está ressabiado e encarando o favoritismo com parcimônia. Alguns idiotas da objetividade lembram que o CovidãoBR de pontozzz corridozzz é interminável e o Bragantino é apenas a 9ª das 38 partidas...

E daí? Para quem está precisando visitar o passado para lembrar das glórias, o lance é curtir a noite, estufar a rede e ser feliz. E, da série “o que será o amanhã?”, o futuro seja como Deus quiser.

Ou o amigo leitor e a entediada leitora não estão louquinhos da Silva para sair, enfiar o pé na jaca e chutar o balde quando a pandemia (que, lembre-se, não acabou) passar. Nem sempre o objetivo da balada é a eternidade. Gozar o presente num ingênuo e malevolente bate-coxa já é uma delícia!

Dica: se não quiser zerar nem ser surpreendido, é melhor fechar a casinha e evitar o rock´n´roll!

Vamos, São Paulo! Mamãe Maria Dolores merece!

*

Vinícius de Moraes: “Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure”.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca! E no agora.com.br!

*

Coração dividido? 

Minha grande curiosidade no reencontro com Jorge Sampaoli é para quem o recém-integrado “santista” (em negociação com Galo) Everson vai torcer. Certeza mesmo é a de que o bom João Paulo terá bastante trabalho na Vila. Está com cheiro de jogo bom para o lixo do VAR estragar... Palpite: Santos 1 x 1 Atlético-MG.


É um ai, Jesus 

Se errar só 40% na escalação e acertar 50% das alterações, o exu-rodízio Domènec Torrent não conseguirá tirar o Flamengo da luta pelo título do CovidãoBR de pontozzz corridozzz de VARtebol. Palpites: Fluminense 1 x 2 Flamengo, São Paulo 2 x 0 Bragantino, Athletico-PR 0 x 1 Botafogo, Goiás 0 x 1 Coritiba e Fortaleza 1 x 0 Sport.

Vitor Guedes
Vitor Guedes

43 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.