Descrição de chapéu Zona Norte

Polícia deve indiciar palmeirense por tentativa de homicídio contra são-paulino

Torcedores de ambas as equipes entraram em confronto quinta-feira (31) na capital paulista

Alfredo Henrique
São Paulo

A polícia deve indiciar por tentativa de homicídio um torcedor do Palmeiras que aparece golpeando, com uma barra, um torcedor são-paulino de 43 anos, por volta das 23h30 de quarta-feira (30) no Jaraguá (zona norte da capital paulista). Além do acusado, a polícia pretende ouvir 15 palmeirenses que aparecem em imagens de câmeras de monitoramento. 

Segundo o são-paulino disse a polícia após ser agredido, ele e outros torcedores do Tricolor estavam na estação Vila Clarice, linha 7-rubi da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), quando teriam provocado torcedores do Palmeiras, time que venceu o São Paulo, horas antes, por 3 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. Por conta da afronta, uma briga generalizada começou entre os torcedores. 

Novas imagens divulgadas pela polícia mostram dezenas de palmeirenses pulando as catracas da estação da CPTM, alguns com objetos nas mãos, usados durante o confronto. Uma câmera de monitoramento também registrou o são-paulino segurando uma barra, que teria usado durante a briga. Ele teve os dois braços quebrados. 

Ainda segundo as novas imagens divulgadas pela polícia, quando o são-paulino estava caído no chão, um palmeirense o golpeou seis vezes, com uma barra. O suspeito retornou mais duas vezes até a vítima e a acertou novamente com o objeto.  

César Saad, delegado titular da Drade (Delegacia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva), disse que sua equipe de investigação trabalha para identificar todos os torcedores que aparecem com paus e outros objetos usados no confronto.

Ele acrescentou que o são-paulino ferido é “por enquanto” ouvido na condição de vítima. “Vamos investigar todos os detalhes [dos vídeos] para sabermos a participação de cada torcedor na briga e, a partir disso, responsabilizar individualmente cada um.”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.