Com atuação de gala, Palmeiras bate Athletico-PR em casa

Verdão de Abel Ferreira cola nos líderes do Campeonato Brasileiro

São Paulo

O Palmeiras recebeu o Athletico-PR, no Allianz Parque, e não encontrou dificuldades para confirmar os três pontos ao bater o adversário por 3 a 0 neste sábado (28), pelo Brasileirão.

Rony da SE Palmeiras, durante partida válida pela vigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro, Série A, contra o Athletico Paranaense, na arena Allianz Parque
Rony foi o principal destaque do jogo com dois gols anotados - Cesar Greco/Palmeiras

O placar encerrou uma série de três vitórias consecutivas do time paranaense no Nacional, enquanto o Verdão voltou a vencer após tropeçar contra o Goiás. É a quinta vitória alviverde no torneio nos últimos seis jogos. Com isso, o time atingiu 37 pontos contra 42 do líder Atlético-MG, que tem uma partida a mais.

O Furacão chegou a São Paulo com 11 desfalques e uma situação curiosa. A equipe paranaense não tinha um goleiro reserva. Mycael, 16 anos, estava com a seleção sub-17 e não foi liberado pela CBF a pedido do clube. Santos e Jandrei estavam afastados por diagnósticos de Covid-19. Bento era a única opção.

O Verdão, por sua vez, tinha dez baixas. Abel Ferreira armou o time em um esquema tático 4-2-3-1, com um meio formado pela dupla de volantes Danilo e Patrick de Paula e três mais avançados, com Scarpa pela esquerda, Lucas Lima pelo meio e Zé Rafael pela direita. Na frente, Rony, atuando como falso centroavante, tinha liberdade para se movimentar.

Duas coisas funcionaram bem no primeiro tempo. A primeira foi a marcação alta imposta pelos paulistas, dificultando a transição da defesa para o ataque do Furacão e recuperando a bola rapidamente. A outra foi a força pelos lados. Pela esquerda, Scarpa aproveitava bem o apoio de Viña. Na direita, Zé Rafael e Menino também faziam uma boa dupla ofensiva.

Além disso, Patrick de Paula tinha liberdade para jogar e aparecer como elemento-surpresa. Foi assim que ele recebeu passe de Lucas Lima e, aos 7min, inaugurou o marcador.

Nessa dinâmica, outras chances vieram. Entre as principais esteve a bola na trave de Scarpa. Dez minutos depois, Rony aproveitou bola dividida por Scarpa com o goleiro Bento para, em cima da linha, apenas empurrar e fazer 2 a 0.

O segundo tempo também foi palmeirense. Rony ampliou aos 4min, de cabeça. Com o tempo, Ferreira fez mudanças no time e administrou o resultado.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.