Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: São Paulo sofre, atua mal, mas segura a ponta com o 0 a 0

Empate na Argentina foi um grande negócio para o Tricolor

São Paulo

É devagar, é devagar, devagarinho... Alô, povão, agora é fé! O Tricolor não precisou construir nada para segurar o 0 a 0 contra o Racing e se manter na ponta do Grupo E da Libertadores.

Luciano (à dir.) e Pablo tentam cabecear a bola, marcados por Ivan Pillud, no duelo zerado de Avellaneda
Luciano (à dir.) e Pablo tentam cabecear a bola, marcados por Ivan Pillud, no duelo zerado de Avellaneda - Marcelo Endelli/Pool/AFP

O primeiro tempo tricolor foi inofensivo e a equipe foi salva duas vezes pelo travessão na sequência da mesma bola alçada. Na segunda etapa, Luciano, que entrou no final do Majestoso, e Daniel Alves (que nem sequer foi à ZL), sentiram lesões e deram lugar a Sara e Igor Vinícius; Benítez, por opção, deu lugar a Eder, mas o ritmo lento da prosa não mudou. William entrou aos 26 no lugar de Luan, desceu a bota e foi expulso aos 34.

Se quiser brigar pelo título, o Tricolor terá que atuar no limite. A bolinha preguiçosa de ontem manteve a liderança da chave, mas não foi suficiente para acabar com o jejum na Argentina: desde 2005, quando eliminou o River e avançou à final, que o Tricolor não vence no país. Não foi para isso que Crespo mesclou no domingo e desperdiçou a 14ª chance de ganhar na arena corinthiana, mas, no final, o 0 a 0 foi um grande negócio!

O Chelsea sapecou 2 a 0 no Real Madrid e se qualificou para a final da Liga dos Campeões da Europa. Werner e Mount marcaram, mas quem matou a pau em Londres foi o volantão Kanté.

O jogo escancarou o que todo o mundo já sabe: o que vale é bola na rede! Se a supimpa posse de bola valesse para alguma coisa, a final seria entre o Real Madrid (que humilhou o Chelsea no quesito, 68% a 32%) e PSG (que bateu o favorito City por impressionantes 56% a 44%).

Em tempo: dia 29, em Istambul, o campeão será quem fizer mais gols e, em caso de empate, Chelsea e Manchester City decidirão o caneco nos pênaltis. Para a tristeza dos matemáticos que vomitam números para camuflar a ignorância sobre o que importa no futebol, a posse de bola não definirá nadica de nada!

Benjamin Disraeli, primeiro ministro britânico do século 19: "Há três espécies de mentiras: mentiras, mentiras deslavadas e estatísticas".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar! E zelar, claro, vem de ZL! É tudo nosso! É nóis na banca! No agora.com.br! E no youtube.com/blogdovitao!

CovidãoSP
O farto e caro elenco do Palmeiras levará a melhor sobre as limitadas opções santistas e se manterá vivo. Mas, se der ruim, vai fingir que não queria classificar e culpar o apito e blá-blá-blá. Palpites: Palmeiras 2 x 1 Santos, Novorizontino 1 x 0 Botafogo, São Bento 0 x 1 Inter de Limeira, Santo André 1 x 1 Mirassol e Ferroviária 2 x 1 Ituano.

Libertadores
Brasileiro mais surpreendente a se qualificar à fase de grupos da Libertadores, o organizado Fluminense de Roger Machado ficará muito próximo das oitavas de final se pontuar em Barranquilla. Palpites: Junior 1 x 1 Fluminense, Atlético Nacional 2 x 1 Argentino Juniors, La Guaira 1 x 1 América de Cali e Always Ready 2 x 1 Táchira.

Vitor Guedes
Vitor Guedes

44 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.