4.300 podem receber grana do McDonald's

Quem trabalhou na rede entre 2012 e 2015 pode ter direito a até R$ 1.800

Alfredo Henrique
São Paulo

Cerca de 4.300 ex-funcionários do McDonald’s ainda não reclamaram o pagamento de até R$ 1.800 relativos ao PPR (Programa de Participação nos Resultados).

A bonificação é resultado de um acordo entre a rede de lanchonetes e o Sinthoresp (Sindicato dos Trabalhadores em Bares, Restaurantes e Hotéis de São Paulo e região) e já destinou R$ 1,8 milhão para 2.700 trabalhadores desde 26 de março do ano passado, quando o sindicato iniciou uma campanha para localizar aproximadamente 7.000 potenciais beneficiários.

Protesto no vão-livre do Masp, em São Paulo, pelos direitos dos trabalhadores do McDonald's - Danilo Verpa-18.ago.15/Folhapress

Para receber a grana, o ex-funcionário precisa ter prestado serviços na empresa de 5 de junho de 2012 a 5 de junho de 2015, em algum município da Grande SP atendido pelo Sinthoresp.

Quem comprova o direito, recebe R$ 50 por mês trabalhado, até o limite de R$ 1.800. O valor é depositado em conta-corrente.

Somente trabalhadores que apresentarem a documentação que comprova o direito recebem os valores.
Jean Carlos dos Santos, morador de Carapicuíba (Grande SP), é um dos beneficiados. Ex-funcionário de uma unidade em Barueri, ele conta que ficou surpreso ao ser comunicado do direito pelo sindicato. “Entrei no site para saber mais e vi que era verdade”, relatou.

O telefone do Sinthoresp é o (11) 3218-4388.

A Arcos Dourados, responsável pela marca no Brasil, informou que cumpre integralmente o acordo.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.