Gás de cozinha deve subir até R$ 5 na capital paulista

Petrobras reajustará, neste domingo, gás em 3,43%; impacto deve ser sentido na semana que vem

Laíssa Barros

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (3) um aumento de 3,43% no preço do gás de cozinha embalado em botijões de até 13 quilos, de R$ 25,33 para R$ 26,20.

A alta é sobre o preço cobrado nas refinarias, sem considerar impostos e repasses para as distribuidoras, e vale a partir deste domingo (5). O consumidor deve sentir o real impacto do reajuste na semana que vem.

0
Botijões de gás na cidade de São Paulo (SP). O preço do gás de cozinha para uso residencial em botijões de até 13 kg, (GLP p-13), aumentará em 3,4% nas refinarias. - Marco Ambrosio/Folhapress

O preço médio final cobrado dos consumidores na capital paulista pelo botijão de 13 kg era de R$ 75, agora deve ir para R$ 78, mas pode chegar a R$ 80, de acordo com o bairro da cidade, afirma Robson Carneiro dos Santos, presidente do Sergás (Sindicato das Empresas Revendedoras de Gás).

“Os valores alterarão o preço de distribuição e o consumidor sentirá no bolso. Não podemos falar em um aumento exato, trabalhamos com a média. Atualmente, no centro da cidade, você encontra botijões custando R$ 80, mas se for até um bairro mais afastado, conseguirá comprar por R$ 65”, conta.

Segundo o Sindigás (Sindicado das Distribuidoras) o reajuste, dependendo do ponto de venda, vai oscilar entre 3,3% e 3,6%.

Levantamento realizado na última semana de abril pela ANP (agência nacional do petróleo) mostra que o preço do botijão de 13 kg no Brasil varia entre R$ 69 e R$ 110. Já no estado de São Paulo, o mesmo levantamento aponta valores de R$ 67 a R$ 90.

Preço maior do botijão de cozinha

O gás de cozinha vai subir neste domingo (5), segundo anunciou a Petrobras na sexta-feira (3)
O botijão de 13 quilos será reajustado em 3,43% nas refinarias
Esse é o primeiro aumento do gás em três meses; o último ocorreu no dia 5 de fevereiro

Alta entre R$ 3 e R$ 5
Na capital, o gás pode subir até R$ 5, segundo o sindicato das distribuidoras
Hoje, o botijão custa, em média, R$ 75, e deve chegar a valores médios entre R$ 78 e R$ 80
O sindicato diz ainda que, em percentual, o aumento para o consumidor deverá oscilar entre 3,3% e 3,6%

É preciso pesquisar
O preço do gás deverá subir para o consumidor no decorrer da semana, conforme os novos lotes de botijões vão sendo entregues
Por isso, é muito importante fazer pesquisa de preços antes de comprar

Veja os valores, segundo a ANP (agência de gás)
A pesquisa foi feita entre os dias 24 e 27 de abril

Local Valor (em R$)
Brasil Varia de 69 a 110
São Paulo capital Varia de 66 a 80
Estado de São Paulo Varia de 67 a 90

​Como economizar

1 - Use panelas proporcionais às bocas do fogão
 O uso da panela deve ser equivalente ao tamanho da boca do fogão ou há desperdício de gás, pois parte do calor gerado acaba passando para o ar e não para a panela

2 - Use o vapor
Enquanto cozinha outros alimentos, é possível utilizar o vapor do preparo colocando uma escorredeira metálica sobre a panela para cozinhar legumes

6 - Use a tampa da panela
O preparo de pratos como macarrão, por exemplo, permite que o cozimento seja feito com o fogo desligado ao usar a tampa
Para isso, basta deixar a água ferver, adicionar a massa, desligar o fogo e tampar


Fontes: Petrobras, ANP (Agência Nacional de Petróleo, Biocombustíveis e Gás Natural), Sergás (Sindicato das Empresas Representantes de GLP da Capital e dos Municípios da Grande São Paulo), Sindigás e Otavio Tranchesi, diretor de Marketing da empresa Chama

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.