Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente reclama do valor da conta de luz

Leitora afirma que, desde março, concessionária está enviando contas cobrando o dobro do valor que era pago; ela quer revisão

Havolene Valinhos

A secretária Keli Cristina Martins, 39 anos, da Vila Antonieta (zona leste), conta que tem recebido contas de luz como dobro do valor que costumava pagar. Segundo a leitora, a média de consumo de energia elétrica em sua residência varia entre R$ 300 e R$ 370. Porém, desde março, a concessionária Enel tem lhe cobrado quase o dobro.

“Já cheguei a pagar R$ 800. É inaceitável, uma vez que não houve nenhuma alteração na rotina da casa, a minha mãe fica sozinha durante o dia, muito menos passamos a utilizar novos aparelhos eletrônicos ou eletrodomésticos”, queixa-se à reportagem.

Keli Cristina Martins afirma que a sua conta de luz subiu muito - Rivaldo Gomes/Folhapress

A secretária afirma que contratou até um eletricista para analisaras contas do consumo da família nos últimos 18 meses. “A resposta do laudo dele foi que o consumo não variou quase nada, mas a Enel diz que mandará seu próprio eletricista para avaliar o caso, porém ninguém aparece. São apenas promessas”, reclama ao Agora.

Keli relata que já registrou inúmeras reclamações na central de atendimento da concessionária, mas o caso continua sem solução. “Também liguei na ouvidoria e fui a um posto da Enel pessoalmente. Levei as contas e nem olharam. Falaram que esse eletricista verificará se há necessidade de troca do relógio. O problema é que recebi mais uma conta absurda e já está atrasada. Preciso da ajuda do Defesa do Cidadão.”

Enel agenda uma visita técnica

A Enel Distribuição São Paulo informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que realizou contato com Keli Cristina Martins e agendou uma visita para verificar o medidor de energia de sua residência para a apuração técnica do caso. A concessionária diz ainda que permanece à disposição da cliente. Em novo contato com o Agora, a leitora confirmou a ligação da Enel e disseque aguardará a solução do caso.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.