Centrais públicas reúnem 8.647 vagas em São Paulo

Candidatos devem levar documentos e carteira de trabalho nos postos de atendimento

Laíssa Barros
São Paulo

Quem está em busca de uma vaga de trabalho encontra, pelo menos, 8.647 oportunidades nas centrais públicas de emprego administradas pelo governo do estado e da Prefeitura de São Paulo nesta semana.

Na capital paulista, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico oferece 4.586 colocações por meio do CATe (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo).

A função de mecânico de manutenção de máquinas exige que o candidato tenha um mínimo de seis meses de experiência. O salário oferecido pelo contratante é de R$ 3.000.

Aqueles que não têm experiência profissional, mas possuem ensino médio completo, podem concorrer a um dos postos para vendedor com salário de R$ 1.405.

Gabriel Cabral/Folhapress

 Há ainda oportunidades para quem tem experiência de seis meses como auxiliar de cozinha. O candidato não precisa ter o ensino médio completo. O salário é de R$ 1.182 e o emprego é na zona sul.

Para se inscrever pelo CATe é preciso levar RG, CPF, PIS e carteira de trabalho a uma unidade.

No PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), programa do governo do estado, há 4.061 chances.

Em Atibaia (66 km de SP), são 70 vagas para motorista de caminhão e seis postos para faxineiro.

Em Santana de Parnaíba (Grande SP), há 300 vagas para corretor de imóveis e 200 oportunidades para quem quiser trabalhar como operador de telemarketing. 

As exigências e os salários não foram divulgados. Para se inscrever, o trabalhador deve se cadastrar no site www.emprega saopaulo.sp.gov.br) ou ir a uma unidade do PAT com seus documentos. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.