IBGE abre concurso com 2.658 vagas para Censo 2020

Inscrições começam nesta quarta (25) e vão até 15 de outubro; salários chegam a R$ 3.100

Cristiane Gercina
São Paulo

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) abre nesta quarta (25) as inscrições para o concurso público com 2.658 vagas de emprego. As chances são destinadas a profissionais com ensino médio completo.

Ao todo, há 1.343 vagas para o cargo de coordenador censitário subárea, que tem salário de R$ 3.100, e 1.315 para o posto de agente censitário operacional, com remuneração de R$ 1.700. Em São Paulo, há 204 chances para coordenador censitário e 227 para agente censitário.

As inscrições vão até o dia 15 de outubro deste ano e devem ser feitas no site fgvprojetos.fgv.br, em "Concursos". Para ir direto à pagina da inscrição clique aqui. As taxas custam R$ 42,50 (agente censitário) e R$ 58 (coordenador censitário).

As provas estão previstas para ocorrer no dia 8 de dezembro e serão realizadas em 1.031 municípios. As vagas são temporárias. O período máximo de contratação é de 12 meses. 

Recenseadora do IBGE, em 2010, durante a realização do censo nacional
Recenseadora do IBGE, em 2010, durante a realização do censo nacional - Marcia Ribeiro/Folhapress

A jornada de trabalho é de 8 horas diárias e 40 horas semanais. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais.

Os candidatos à vaga de coordenador censitário devem ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação) definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B. Os postos estão distribuídos nas 27 capitais.

No caso dos agentes censitários, há chances em todos os estados, em diversos municípios. O concurso destina 20% das oportunidades para pessoas pretas ou pardas e 5% para portadores de deficiência.

Erramos: o texto foi alterado

A versão anterior deste texto trazia a informação de que o concurso tinha vagas de ensino superior e médio, mas o IBGE decidiu, por volta das 18h50 desta quinta (26), que todos os postos vão exigir o ensino médio.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.