Mais de 3 milhões de trabalhadores podem sacar FGTS nesta sexta em SP

Resgate é permitido para quem tem conta na Caixa e tenha nascido entre maio e agosto

Laísa Dall'Agnol
São Paulo

Começa nesta sexta-feira (27) a segunda etapa de saques de até R$ 500 por conta — ativa e inativa — do FGTS.

Segundo a Caixa, R$ 5 bilhões serão liberados para 12 milhões de trabalhadores no país inteiro. No estado de São Paulo, 3 milhões de pessoas poderão resgatar o total de R$ 1,4 bilhão.

Por enquanto, têm direito à grana aqueles que têm poupança aberta no banco até 24 de julho e que tenham nascido nos meses de maio, junho, julho e agosto. Para estes clientes, a grana deve cair automaticamente.

Os valores também caem hoje para os correntistas da Caixa que nasceram nos mesmos meses e autorizaram o recebimento até o dia 22 de setembro.

Quem perdeu o prazo vai receber no próximo lote. Para isso, é preciso autorizar o crédito pelo internet banking da Caixa, aplicativo do FGTS, telefone 0800 724 2019, direto na agência ou pelo site fgts.caixa.gov.br.

Horário de atendimento estendido

Para facilitar o atendimento aos clientes, a Caixa informou que as agências do banco funcionarão em horário estendido nesta sexta (27). Os trabalhadores vão poder emitir senha do Cartão Cidadão e tirar dúvidas.

Diferentemente da primeira fase dos saques, as agências não funcionarão no sábado.

Veja abaixo:

27/09 - Agências da Caixa que abrem às: Início  Término
8h 2h depois
9h 1h antes 1h depois
10h 2h antes
11h 2h antes

Falhas no saque

No primeiro dia de saques da grana do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), no dia 13 de setembro, alguns clientes deixaram agências da Caixa Econômica Federal de bolsos vazios.

A reportagem do Agora esteve em quatro delas (duas na zona sul e duas na zona central) e conversou com clientes que relataram problemas semelhantes.​

Muitos deles contaram que não conseguiam resgatar e nem consultar o valor pelo aplicativo e que estavam sendo orientados de que o problema só poderia ser resolvido na agência da conta correspondente.

Em nota, a Caixa apenas informou que, em eventuais divergências de cadastro, "não existe a necessidade do cliente/trabalhador se dirigir à agência de relacionamento para resolver a pendência".

Confira os calendários de pagamento

1) Calendário para quem é cliente da Caixa

Mês de nascimento Recebem a partir de Prazo para aderir
Janeiro, fevereiro, março, abril 13 de setembro de 2019 Até 8 de setembro de 2019; quem perdeu o prazo recebe nos próximos lotes (depois que autorizar crédito pelos canais da Caixa)
Maio, junho, julho, agosto 27 de setembro de 2019 Até 22 de setembro de 2019;  quem perdeu o prazo recebe no próximo lote (depois que autorizar crédito pelos canais da Caixa)
Setembro, outubro, novembro, dezembro 9 de outubro de 2019 Até 4 de outubro de 2019; quem perdeu o prazo, recebe com os clientes não-Caixa

2) Calendário para quem não é cliente da Caixa

Mês de nascimento Data de início
Janeiro 18 de outubro de 2019
Fevereiro 25 de outubro de 2019
Março 8 de novembro de 2019
Abril 22 de novembro de 2019
Maio 6 de dezembro de 2019
Junho 18 de dezembro de 2019
Julho 10 de janeiro de 2020
Agosto 17 de janeiro de 2020
Setembro 24 de janeiro de 2020
Outubro 7 de fevereiro de 2020
Novembro 14 de fevereiro de 2020
Dezembro 6 de março de 2020

Opções para saque

  • É possível sacar os valores nas agências da Caixa, em lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui

  • Para quem tem Cartão e senha do Cidadão, o saque pode ser feito nos caixas eletrônicos 

  • Saques de até R$ 100 poderão ser feitos nas lotéricas, com documento com foto e número do CPF

  • As lotéricas também pagarão valores entre R$ 100 e R$ 500, mas com uso do cartão e senha do cidadão

  • Quem quiser também pode solicitar a transferência dos valores para outros bancos, mas é preciso pagar tarifa de R$ 22

Fique atento​

1) Multa de 40% na demissão

  • Quem for demitido sem justa causa continua recebendo o valor de 40% da multa do FGTS

  • Ou seja, mesmo se o trabalhador optou por sacar os R$ 500 por conta agora, ele mantém esse direito

2) Saldo restante do FGTS

  • Continuará na conta e poderá ser sacado em outras situações permitidas, como na aposentadoria, casa própria e na demissão, por exemplo

3) Valor máximo 

  • O limite de até R$ 500 é para cada conta do trabalhador, seja ela ativa (do emprego atual) ou inativa (de trabalhos antigos)

Cuidado com os golpes do FGTS

Agora mostra os golpes mais frequentes e como evitar ser vítima deles.

Pela internet

  • O principal golpe é pela internet, por redes sociais como WhatsApp, Facebook e Instagram
  • O golpista envia um link, no qual solicita o preenchimento de dados como número de PIS/Pasep e CPF para "verificar" se o cidadão tem direito ao saque do FGTS
  • Com os dados, o criminoso consegue alterar o endereço do trabalhador na Caixa e pede um novo Cartão do Cidadão, que irá para a casa do fraudador
  • Com o documento em mãos, ele saca o FGTS da vítima

Por telefone

  • O golpista liga para o trabalhador se passando por funcionário da Caixa
  • Ele tenta agendar dia e hora para que o saque seja feito, alegando que assim a vítima vai evitar filas e agilizar o processo
  • Alguns chegam a citar dados pessoais para dar mais veracidade à proposta
  • Ao agendar a data com o criminoso, o trabalhador cai no velho golpe da "saidinha de banco"

Exemplos de sites falsos:

  • fgtscalendario2019.weebly.com
  • saquefgtscaixa.org
  • consulta-fgts-2019.com
  • cotasidadefgtsconsulta.ml
  • https://consultafgts.org/pages/inter/home.php
  • programafgts2019.weebly.com
  • https://app.liberacao-fgts.com/

Dicas para fugir dos golpes

1 - Não forneça senha ou número do Cartão do Cidadão
Golpistas procuram entrar em contato com os clientes se passando por empregados das centrais de cartões ou do banco para obter informações

2 - Não clique em links em nome da Caixa
O banco não envia links por email, SMS ou WhatsApp

3 - Não faça pré-cadastro para saque do FGTS
Golpistas têm se passado pela Caixa no WhatsApp; não responda
Em caso de dúvida, procure os canais oficiais do banco

Fique ligado
A Caixa não envia mensagens sobre saques das contas vinculadas do FGTS, não solicita senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador e não pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por email, SMS ou WhatsApp

Canais oficiais da Caixa

  • Site fgts.caixa.gov.br
  • Telefone 0800-7242019
  • Agências da Caixa
  • Aplicativo para celular "App FGTS" (disponível nas lojas da Google e Apple)

Fontes: Caixa Econômica Federal e dfndr lab ​

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.