Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Caminhão está abandonado há oito meses na zona leste

Morador reclama de veículo parado em frente a sua casa; "Denunciei várias vezes e a prefeitura não faz nada", diz ele

Laíssa Barros
São Paulo

O segurança Obdias Gonçalves dos Santos, 71 anos, do Conjunto Residencial Sitio Oratório (zona leste), reclama que um caminhão de seis rodas está abandonado em frente a sua casa desde fevereiro. 

 

“Perdi as contas de quantas vezes liguei para o 156 da Prefeitura de São Paulo. Denunciei o caminhão parado há meses aqui, mas nada aconteceu. Nenhuma equipe responsável veio nem ver a situação”, queixa-se Santos ao Agora. 

Segundo o leitor, ninguém foi visto deixando o caminhão no local ou voltando para visitá-lo. “Não sabemos como ele foi parar ali. Ele está intocado, ficou como deixaram. Os pneus estão furados e a carroceria está repleta de caixas de plástico. Parece ser um caminhão de transporte de alimentos”, diz ele. 

Santos afirma estar cansado da situação e, por isso, entrou em contato com o Defesa do Cidadão. 

“Ninguém acha interessante um veículo desse tamanho abandonado em frente a sua casa. A gente pensa em tudo de pior que pode acontecer. Espero que com a ajuda de vocês esse problema seja resolvido. É um absurdo reclamar por tantos meses e não fazerem nada”, afirma.

Prefeitura notificará veículo

A Subprefeitura de Sapopemba informa que o veículo citado foi adesivado e, nos próximos dias, os procedimentos necessários serão tomados. O Decreto 51.832/2010 determina a colocação de uma notificação no automóvel. Após cinco dias úteis, se não houver providência por parte do responsável pelo veículo, o automóvel é considerado abandonado e é removido e encaminhado ao pátio da subprefeitura. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.