Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Paciente aguarda cirurgia há 2 meses; veja outras reclamações

Leitor afirma que a Amil não libera autorização para o procedimento

Kelly Mantovani Havolene Valinhos
São Paulo

O aposentado Wilson Hiroshi Takano, 61 anos, de Diadema (Grande SP), conta que, há 30 anos, é cliente da Amil e paga a mensalidade de R$ 800 pelo plano individual.

Porém, Takano reclama que, desde agosto, aguarda uma autorização do convênio para a realização de uma cirurgia no intestino e tenta uma nova data após ter o procedimento cancelado às vésperas por duas vezes nos dias 10 de setembro e 17 de outubro.

Aposentado conta que paga R$ 800 de mensalidade de plano de saúde da Amil
Aposentado conta que paga R$ 800 de mensalidade de plano de saúde da Amil - Robson Ventura/Folhapress 26 Ago.2015

“Eles dão uma resposta evasiva. Só falam que está novamente em análise, mas não explicam o porquê e não dão nenhum prazo”, afirma.

“Não estamos tratando de uma cirurgia estética ou sem cobertura pelo plano e sim de uma cirurgia de extrema necessidade. Alego que o convênio está sendo negligente, visto que recusou o procedimento, mesmo após o envio de toda a documentação necessária”, queixa-se à reportagem. 

“Só fazia exames de rotina, nunca precisei de algo mais complicado com a Amil”, disse. “Eles queriam me enrolar. Peço o apoio do Defesa do Cidadão.”

Operação será feita no dia 13 de novembro

A Amil informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que entrou em contato com o paciente para a liberação do procedimento cirúrgico.

Em novo contato com o Agora, o leitor disse que a cirurgia está agendada para o dia 13 de novembro. “A gente fica sem ter a quem recorrer nessas horas e o jornal nos ajudou.”

____________________________________________________________________________

Veja outras reclamações

Nextel

O supervisor de segurança Rodrigo Padilha Eras, 39 anos, da Vila da Saúde (zona sul), afirma que tem uma linha pré-paga Nextel Happy com pacote ativo de ligações ilimitadas e 15 Gigabytes de internet. Porém, ele conta que perdeu o celular e, desde então, tenta conseguir um novo aparelho. “Após ir a quatro lojas da Nextel e todas informarem não ter o chip para reposição, fiz o pedido pela internet, mas continuo sem os serviços.” 

Resposta 

A Nextel informa, por meio de nota, que realizou a ativação dos serviços e os ajustes necessários para conclusão da reclamação.

SPTrans

Mengalvio Alecrim Machado, 43 anos, do Parque Bologne (zona sul), diz que, em 5 de setembro de 2019, esteve no posto de atendimento da SPTrans para dar entrada na solicitação do Bilhete Único Especial Pessoa com Deficiência. “Levei o laudo devidamente preenchido com o CID e os detalhes da minha deficiência ainda não recebi qualquer comunicado.” 

Resposta

A SPTrans informa que enviou o Bilhete Único Especial – Pessoa com Deficiência para a residência do leitor Mengalvio Alecrim Machado no dia 4 de outubro. No sistema não consta utilização do cartão. 

EDP

A auxiliar de escritório Maria Aparecida Silva Costa, 43 anos, de Caraguatatuba (173 km de SP), afirma que, ao realizar transferência de titularidade, a EDP calculou um valor médio de consumo nos últimos 12 meses, o que gerou uma conta no valor de R$ 200. Porém, a última fatura foi de R$ 60,56. A leitora pede a revisão do cálculo. 

Resposta

A EDP informa, em nota enviada por assessoria de imprensa, que solucionou o caso. Ao Agora a leitora disse que recebeu um boleto no valor de R$ 7,91. 

Claro

Vicente Carlos Mendes Barbosa, de Pirassununga (211 km de SP), conta que contratou um pacote de serviços da operadora Claro por R$ 89,90 por 12 meses, com dois pontos e canais HBO, mas a fatura veio em R$ 151,99. Já entrei em contato com a operadora diversas vezes para reclamar, mas não adiantou. Quero que resolvam essa situação o quanto antes. 

Resposta

Até a conclusão desta edição, a Claro ainda não havia se pronunciado sobre o assunto. 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.