Saque de R$ 500 do FGTS chega a 40 milhões de trabalhadores

Caixa Econômica Federal já pagou R$ 16,9 bilhões, 42% do previsto

Clayton Castelani
São Paulo

O saque imediato do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) liberou até este sábado (26) cerca de R$ 16,9 bilhões para 40,3 milhões de trabalhadores, segundo a Caixa Econômica Federal. 

O montante representa todas as retiradas do fundo realizadas por meio de crédito em conta, disponibilizado para clientes da Caixa, ou em agências e terminais de autoatendimento do banco.

A Caixa já atendeu cerca de 42% dos 96 milhões de trabalhadores contemplados e liberou 42% dos R$ 40 bilhões previstos.

Saque imediato é como o governo tem chamado a medida que libera a retirada de até R$ 500 do FGTS para todos os trabalhadores que têm saldo em contas ativas ou inativas.

Quem tem conta poupança na Caixa recebe o crédito automático em conta. 

Os demais beneficiários são liberados para realizar os saques de acordo com um calendário de pagamentos organizado pelo mês de nascimento.

Essa opção foi disponibilizada até o momento para trabalhadores que fazem aniversário de janeiro a março. Veja o calendário de saque:

Aniversário Início do saque
Janeiro 18 de outubro de 2019
Fevereiro e Março 25 de outubro de 2019
Abril e Maio 08 de novembro  de 2019
Junho e Julho 22 de novembro de 2019
Agosto 29 de novembro de 2019
Setembro e Outubro 06 de dezembro de 2019
Novembro e Dezembro 18 de dezembro de 2019

Os trabalhadores nascidos nos meses de fevereiro e março foram liberados para sacar os R$ 500 do FGTS a partir de sexta-feira (25).

O trabalhador que optar pelo saque imediato continua com o direito de retirar todo o saldo da conta do FGTS, caso seja demitido sem justa causa ou nas demais regras previstas em lei, como a aposentadoria. 

O saque de até R$ 500 por conta, ativa ou inativa, do FGTS também não significa adesão ao saque-aniversário nem a perda do direito à multa rescisória de 40%.

Nos saques feitos na agência, não haverá a cobrança de tarifa quando o trabalhador optar por transferir o valor para outro banco.

O calendário termina em dezembro, com o pagamento para nascidos nos meses de novembro e dezembro.

Os trabalhadores, independentemente do mês de aniversário, terão até o dia 31 de março de 2020 para pegar o dinheiro.

Caso o saque não seja feito até essa data, os valores retornam para a conta de FGTS do trabalhador.

A Caixa possui uma central de atendimento telefônico para tirar dúvidas sobre o saque imediato do FGTS. O número é o 0800 724 2019.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.