Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Segurado aguarda há 1 ano e 2 meses

Leitor conta que pediu aposentadoria por tempo de contribuição e tenta comprovar um período que não consta no Cnis

Ana Paula Branco
São Paulo

No dia 1º de agosto de 2018, Eduardo Vieira da Silva, 55 anos, deu entrada na sua aposentadoria. Segundo seus cálculos, ele contribuiu por 36 anos. O INSS discordou e, em setembro do ano passado, indeferiu o pedido.

"Estou com uma defasagem no Cnis [Cadastro Nacional de Informações Sociais], mas tenho holerites e recibos de férias que comprovam o trabalho", afirma.

Eduardo Vieira da Silva conseguiu a aposentadoria no recurso, mas INSS embargou - Martha Salomão/Folhapress

O segurado entrou com recurso e, em janeiro de 2019, ganhou por unanimidade. "Eles reconheceram os três anos e dois meses. Fiquei esperando a carta com as informações do pagamento da aposentadoria, mas nunca a recebi", conta Silva. Isso porque, o INSS embargou o benefício.

"Toda vez que ligo para o 135, pelo menos uma vez por mês, sou informado de que está em análise. A última movimentação no processo foi no dia 4 de abril. Até quando vou aguardar? Eles aceitaram meus documentos no recurso. Não entendo esse embargo", queixa-se.

Além dos recolhimentos na carteira profissional, o leitor, que trabalhava como auxiliar de almoxarife, pagou o INSS por meio de carnê durante quatro anos, pelo salário mínimo. 

"Paguei até quando consegui, porque tenho despesas com remédios para pressão alta e diabetes e estou desempregado desde 2015", relata ao Agora.

"Preciso desse benefício. Ninguém mais contrata que tem mais de 50 anos."

INSS embarga requerimento

O INSS diz que entrou com embargo na 5ª Junta de Recursos, por causa de falhas na comprovação do tempo de contribuição do segurado. Ao mesmo tempo, o instituto enviou correspondência à Caixa e ao Ministério do Trabalho, solicitando informações sobre vínculo do segurado com três empresas. O segurado será comunicado sobre o andamento de seu pedido e notificando para que apresente contrarrazões ao embargo.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.