Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Leitora reclama de contas triplicadas

Moradora da zona norte afirma que Sabesp está cobrando três vezes o preço que normalmente paga e pede revisão dos valores

São Paulo

A profissional da beleza Josefa Justino dos Santos, 45 anos, da Vila Albertina (zona norte), conta que tomou um susto ao receber suas duas últimas contas de água da Sabesp.

Segundo ela, a Sabesp cobrou em dezembro e janeiro R$ 150, o triplo do preço que costuma pagar por mês pelos serviços de abastecimento de água da empresa. 

Josefa afirma que recebeu cobrança indevida
Josefa afirma que recebeu cobrança indevida - Ronny Santos/Folhapress

“Cobraram 35 metros cúbicos, mas há anos que minha média de consumo é de 8 metros cúbicos. Achei essa medição estranhíssima, são meses em que eu e minha família nem ficamos em casa direito, não tem como ter gerado um gasto maior do que o ano todo”, afirma a leitora à reportagem.

Josefa conta que o problema começou na conta de dezembro e que em janeiro seu consumo não foi medido e sim copiado para o próximo mês e, por isso, recebeu uma segunda conta com o valor triplicado. 
“Quero que a Sabesp revise o consumo e reveja os preços. Não vou pagar o preço exorbitante que estão cobrando, não consumi esse tanto de água”, diz ela, que ainda reclama do atendimento da empresa.

“Tentei resolver o problema por telefone, mas nunca consegui ser atendida decentemente. Além de errarem na forma de cobrar os consumidores, não sabem atender e resolver o problema. Espero que com a ajuda do Defesa do Cidadão meu caso seja revisto pela Sabesp”, diz ela à reportagem do Agora

Sabesp: 0800-0119911

Sabesp vai avaliar revisão

A Sabesp informa, em nota enviada por sua assessoria de imprensa ao Defesa do Cidadão, que uma equipe da empresa  foi até o imóvel mencionado e, durante a visita, fez a troca do hidrômetro a pedido da moradora. 

A empresa afirma ainda que vai fazer o acompanhamento de leitura do novo hidrômetro, por alguns meses, para poder analisar se as contas citadas pela leitora deverão ou não ser revisadas e que permanecerá em contato até a finalização do caso. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.