Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Cliente pede revisão de sua conta de água

Recepcionista relata que o funcionário da Sabesp não emitiu a fatura como deveria; depois, ele recebeu conta com valor maior

São Paulo

O recepcionista Airton Raimundo Nonato, 57 anos, do Jardim Samara, Campo Limpo (zona sul), afirma que um funcionário da Sabesp foi fazer a leitura do relógio de água da sua casa, referente ao consumo de outubro, porém, na hora de imprimir a conta, o papel da máquina acabou, saindo apenas metade das informações necessárias. 

“Pedi para ele fazer uma nova impressão em outro rolo de papel, mas o funcionário disse que não era possível, porém falou eu não precisava me preocupar porque, em três dias, eu receberia a fatura na minha casa”, relata o leitor à reportagem do Agora. 

Airton Raimundo Nonato, 57 anos, afirma que paga, em média, R$ 52 na conta de água, mas recebeu uma fatura no valor de R$ 135; ele diz que a concessionária está realizando uma cobrança indevida - Martha Salomão/Folhapress

O recepcionista decidiu ligar para a central de atendimento da concessionária, ocasião em que soube que somente seria possível pegar uma segunda via três dias depois da leitura. 

“Fora o problema de não ter a conta por inteiro com o código de barras, pelo o que eu conseguia ver, estavam me cobrando o valor de R$ 135 por ter gastado 20 m³. Isso é um absurdo. Basta que a Sabesp olhe meu histórico de consumo”, queixa-se ele. 

Nonato afirma que verificou se havia algum vazamento que justificasse a cobrança, mas não encontrou nenhum problema. 

“No mês anterior, veio 10 m³, no valor de R$ 52. Como de um mês para o outro eu dobraria o consumo de água? Foi um erro de leitura. Agora, querem me cobrar por algo que não usei”, diz.

Concessionária corrige boleto

A Sabesp informa, por meio de sua assessoria, que uma vistoria constatou que a leitura referente a outubro foi feita corretamente, indicando que pode ter ocorrido erro na medição do  mês anterior, de 10 m³. A concessionária afirma que o consumo médio do imóvel é de 14 m³, mas que, em caráter excepcional, fez a revisão da conta de outubro, reduzindo-a de R$ 135,03 para R$ 93,83, com vencimento para 20 de novembro. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.