Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Consumidora reclama do valor de sua conta de luz na quarentena

Ela afirma que sua rotina não mudou para justificar o novo valor

São Paulo

A analista de recursos humanos Simara de Souza da Silva Rodrigues, 27 anos, de Diadema (Grande SP), reclama que o valor de sua conta de energia elétrica deste mês veio bem maior do que ela costuma pagar.

Simara relata que pagava, em média, R$ 72, mas recebeu a cobrança de junho, com vencimento em julho, no valor de R$ 115.

“O valor quase dobrou. O fato é que não mudou nada em minha rotina que pudesse justificar essa diferença. Moramos apenas eu e meu marido. Nós continuamos trabalhando fora de casa normalmente, mesmo durante a quarentena. A Enel precisa revisar essa fatura”, afirma a leitora à reportagem do Agora.

Simara Silva conta que recebeu conta de luz com valor maior do que a média que costuma pagar - Arquivo pessoal

A consumidora afirma que entrou em contato com a central de atendimento da distribuidora, porém não conseguiu falar com nenhum funcionário. “Cai direto na gravação eletrônica. Mandei dois emails para a ouvidoria na semana passada, mas também não obtive êxito”, queixa-se.
A analista de RH conta que mora em um condomínio de apartamentos e que os vizinhos têm reclamado da mesma questão.

“Perguntei ao zelador se os funcionários da Enel haviam realizado a leitura em abril e maio e ele disse que não. Então, fizeram pela média nos últimos meses e, agora, querem cobrar a mais? Com certeza não apenas nós estamos vivendo essa situação. É injusto.”

Simara solicita a intervenção do Defesa do Cidadão para que distribuidora tome providências. “Não posso pagar por algo que não usei”, reclama ela.

Enel diz que fará nova análise

A Enel esclarece que a fatura de junho se refere ao consumo do mês e ao acúmulo do que não foi cobrado nas contas de abril e maio, que foram estimadas pela média dos últimos 12 meses, procedimento autorizado pela Aneel (agência reguladora) devido à pandemia de coronavírus.

A empresa informa que a leitura presencial dos medidores está sendo retomada. Como a cliente disse que continua trabalhando fora e não concorda com o valor, foi solicitado o envio da foto do medidor para nova análise.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.