Descrição de chapéu Defesa do Cidadão

Linha de telefone da Vivo fica muda durante 15 dias

Comerciante diz que deixou de vender média de R$ 20 mil em sua loja de tintas

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O comerciante Luiz Carlos Peres, 70 anos, da Vila Formosa (zona leste), conta que o telefone fixo de sua loja de tintas ficou mudo durante 15 dias.

Ele relata que registrou diversas reclamações na central de atendimento da Vivo. Porém reclama que nenhuma providência foi tomada para que a situação fosse resolvida.

Peres afirma que tem colecionado prejuízo em vendas por ter o serviço bloqueado durante metade de um mês.

O comerciante relata que os pedidos caíram em julho e acredita ser por causa da ausência da linha fixa.

Luiz Peres reclama da falta de resolução da Vivo.
Luiz Peres reclama da falta de resolução da Vivo. - Arquivo pessoal

“Calculo que deixei de vender em torno de R$ 20 mil, pois os meus clientes não têm outro número a não ser esse fixo. Somente a alguns deles consegui passar o meu celular. Estava até pensando em colocar a internet da Vivo na loja, mas já desisti”, queixa-se.

O comerciante explica que está exausto de entrar em contato com a operadora, em vão.

“Ligo toda hora para a Vivo reclamando. Apenas dão a mesma informação: de que estão fazendo manutenção na rede. No entanto, o telefone não funciona. Os técnicos da operadora aparecem, mas não sabem o que fazer, não conseguem arrumar”, afirma ao Agora.

“Solicito a intervenção do Defesa do Cidadão, pois não posso perder mais vendas. O interessante é que as minhas mensalidades da Vivo estão em débito automático. Não param de cobrar. É um desrespeito com o consumidor. Já estou pensando em transferir o número para outra empresa.”

Operadora restabelece serviço

A Vivo informa, por meio de nota de sua assessoria de imprensa, que, após ajustes técnicos, o serviço está funcionando normalmente.

A empresa diz ainda que entrou em contato com o consumidor, que está ciente das tratativas realizadas.

A operadora afirma estar à disposição pelo site www.vivo.com.br, da central telefônica 10315 (fixa) e *8486 (móvel), e das lojas físicas e do SMS.

Ao Agora o leitor confirmou a solução do caso.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.