Mesmo proibidas, motos rodam pela via expressa da Pinheiros

Desde esta segunda-feira (20), motociclistas só podem usar a pista local

Mariangela de Castro

No primeiro dia de proibição do tráfego de motocicletas na pista expressa da marginal Pinheiros, a reportagem do Agora flagrou nesta segunda-feira (20) 526 motos circulando na via, na altura da estação Cidade Jardim, da linha 9-esmeralda da CPTM, durante o período de apenas uma hora, entre 11h33 e 12h33. 

Motociclista desrespeita o primeiro dia de proibição de motos na pista expressa da marginal Pinheiros - Rivaldo Gomes/Folhapress

A medida veta a circulação de motociclistas entre o trecho da ponte Transamérica até cerca de 300 metros antes da ponte Fepasa, sentido rodovia Castello Branco. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), da gestão Bruno Covas (PSDB), 85 placas de sinalização foram espalhadas. 

Estes primeiros 30 dias são considerados pela companhia como um "período de adequação". Após isso, os motociclistas que utilizarem a pista vão receber multa de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O objetivo, diz a gestão Covas, é evitar mortes. Entre 2017 e 2018, o número de motociclistas mortos no trânsito paulista subiu 17,7% --passou de 311 para 366, segundo dados da CET. Destes acidentes fatais, dez foram na marginal Pinheiros, sendo seis na pista expressa. 

Sergio Ejzenberg, engenheiro e especialista em transportes pela Escola Politécnica da USP, acredita que o período de 30 dias é suficiente para que os motociclistas tomem ciência da proibição e deixem de circular na pista expressa do trecho. No entanto, para ele, essa medida não irá diminuir o número de mortes, pois a pista local (com velocidade máxima de 60 km/h) é ainda mais perigosa para os motociclistas.

"A pista local tem maior fluxo de entrada e saída de veículos. Seja na direita, quando os carros saem em direção aos viadutos e imóveis da região; seja na esquerda, com as conexões para a pista expressa", afirma o especialista."Esse movimento de carros é perigoso aos motociclistas", diz.

Para restringir motos na via expressa da marginal Pinheiros, a CET ressalta que a velocidade máxima na pista local varia entre 50 e 60 km/h. Já na expressa é de 90 km/h.

"Onde a velocidade é maior, quem está em uma moto fica mais vulnerável", afirma o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram. "Além disso, a pista expressa da marginal é uma via de trânsito rápido, com tráfego intenso."

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.