Descrição de chapéu Centro

Prefeitura trocará piso de todo calçadão do centro histórico

Tradicional mosaico português será substituído por concreto

Elaine Granconato
São Paulo

A Prefeitura de São Paulo, da gestão Bruno Covas (PSDB), vai requalificar todo o calçadão do centro histórico da capital —cerca de 68 mil metros quadrados, entre as ruas Boa Vista, Libero Badaró e Benjamin Constant.

Calçadão da rua Dr. Miguel Couto (região central), onde concreto começa a substituir pedras portuguesas - Ronny Santos/Folhapress

Uma das mudanças será a substituição do tradicional mosaico português por concreto, o que ainda não tem data certa para ocorrer, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

Segundo a prefeitura, o mosaico português é de difícil manutenção, tem custo alto e proporciona dificuldade para pedestres.

Desde o último dia 8, um projeto-piloto de pavimento foi iniciado em um trecho de 12 metros da rua Dr. Miguel Couto, com dois tipos de pisos, que ocuparão seis metros cada: concreto armado moldado in loco e placas cimentícias pré-fabricadas.

Os pisos moldados in loco são aqueles em que o concreto é lançado no local de aplicação, podendo ser preparado em usina ou com auxílio de betoneira.

Já os pisos pré-moldados de concreto são peças cimentícias pré-fabricadas, que chegam ao local já prontas para a aplicação sobre uma base em concreto armado.

Segundo a prefeitura, o objetivo do teste é verificar qual tipo de pavimento é o mais indicado para os calçadões da cidade, desde facilidade de execução, resistência adequada a veículos pesados, acessibilidade e desenho.

Por baixo

Além da requalificação dos calçadões na região do centro histórico, que reúne comércios e serviços, implicará no reordenamento das redes subterrâneas. Segundo a prefeitura, serão abertas novas valas para receber redes de telecomunicações.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.