Carta indica que suspeito de matar ator fugiu para o Paraná

Dez dias após a morte de Rafael Miguel, suspeito continua foragido

Alfredo Henrique
São Paulo

Uma carta anônima, com possíveis paradeiros do acusado de matar o ator Rafael Henrique Miguel, 22 anos, e os pais dele, no último dia 9, foi encontrada um dia após o triplo assassinato, durante o velório das vítimas. O comerciante Paulo Cupertino Matias, 48 anos, estava foragido até esta publicação.

Retrato de Paulo Cupertino Matias
O comerciante Paulo Cupertino Matias, 48 anos, suspeito de matar o ator Rafael Henrique Miguel, 22 anos - Divulgação

Segundo o documento, escrito à mão e ao qual a reportagem teve acesso, é informado que uma irmã de Matias possui imóveis no estado do Paraná, onde manteria criação de gado. "A polícia sequer fez buscas na casa da mesma [irmã do acusado], que se encontra fechada desde o dia seguinte aos fatos [triplo homicídio]", diz trecho da carta. 

A reportagem apurou que o documento foi entregue ao 98º DP (Jardim Miriam), que investiga o caso. Um policial afirmou, em condição de anonimato, que seis pessoas foram ouvidas no distrito nesta terça-feira (18), entre elas parentes de Matias. O teor dos depoimentos não foi informado.

O comerciante é acusado de matar o ator, com sete tiros de pistola, ao pai do jovem, com quatro, e a mãe de Miguel, com dois disparos.

Além do Paraná, a polícia investiga se o acusado também possa estar escondido nos estados do Espírito Santo, Goiás e Minas Gerais. 

Rafael ficou famoso em um comercial, quando pedia para a mãe comprar brócolis no mercado. Também é conhecido por atuar na novela "Chiquititas".

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.