Professor afirma ter sido vítima de agressão racial em hotel de SP

Homem teria recebido chutes de outro hóspede

Crislaine Tomaz
São Paulo

Um professor de educação física de 27 anos afirmou à polícia ter sido vítima de injuria racial nas dependências do Hotel Grand Mercure, na Vila Olímpia (zona sul de SP). O acusado pela agressão é um administrador de 53 anos, que também estava hospedado no hotel. Ele nega a ofensa, que teria acontecido na manhã de domingo (6). 

De acordo com o relato do professor, ele estava na entrada do hotel quando o homem se aproximou e perguntou se ele trabalhava no hotel, ao que ele lhe respondeu negativamente. O professor permaneceu no local, aguardando um amigo, e o administrador então se aproximou novamente, desta vez questionando de forma agressiva o que ele estava olhando. Sem obter qualquer resposta, o acusado teria lhe dado dois chutes, sendo contido pelo filho.
 
A gerência teria então informado ao administrador que o professor também era hóspede e o mesmo dirigiu-se até ele para se desculpar, tratando-o como "negão". Ele teria dito que estava nervoso por ter sido vítima de uma tentativa de assalto e que o confundiu com o ladrão, por isso o agrediu. Após retornar do evento que teria neste dia com o amigo, o professor chamou a polícia.

O administrador negou qualquer agressão física ou racial. Ele contou à polícia que, após ter sido vítima de uma tentativa de assalto, junto com o filho, ao voltar de uma balada, teria apenas esbarrado com um homem na entrada do hotel. Em seguida, foi informado de que tratava-se de um hóspede do hotel e o procurou para se desculpar, mas o professor disse que não o desculparia e que levaria o caso à polícia.    

Todas as testemunhas foram ouvidas e o caso foi registrado no 27º DP (Ibirapuera), que dará seguimento na investigação.

Resposta

Por meio de nota, o hotel informou que o desentendimento ocorreu fora das dependências do hotel, e que foi prestado todo o atendimento necessário. Ressaltou ainda que é contra qualquer tipo de discriminação e que está à disposição para colaborar com as autoridades.
 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.