Três estações da linha 4-amarela do metrô ficam sem a recarga de Bilhete Único

Paulista, Faria Lima e Fradique Coutinho estão com as máquinas de autoatendimento paradas

São Paulo

Os totens de recarga de Bilhete Único com dinheiro e cartão de débito das estações Paulista, Faria Lima e Fradique Coutinho, da linha 4-amarela do metrô, estão sem funcionar. 

Na manhã desta terça-feira (8), a reportagem do Agora esteve nas estações e observou que as máquinas de autoatendimento apresentavam o aviso "equipamento em manutenção".

Segundo funcionários da estação Paulista, os equipamentos ficaram inoperantes na segunda-feira. Na Faria Lima, foi dito pelos funcionários que um problema no sistema fez com que as máquinas deixassem de funcionar. Já na Fradique Coutinho, a instabilidade começou no final de semana, também de acordo com quem trabalha no local.

Em todas as três estações, os funcionários afirmaram que a empresa responsável já havia sido avisada a respeito do problema e que o sistema iria retornar apenas na semana que vem. 

Estes totens de recarga de todas as estações da linha 4-amarela são controlados pela empresa Perto. Com o equipamento em manutenção, os passageiros não conseguem fazer a recarga utilizando cartão de débito, apenas dinheiro nas bilheterias.

Na Faria Lima, a analista de sistemas Janaína Carvalho, 43 anos, afirmou que a instabilidade no equipamento é um problema recorrente.

Ele afirma que em uma ocasião não conseguiu embarcar no metrô porque estava sem dinheiro e as máquinas não estavam funcionando. "Não tem bancos aqui perto e eu não tinha como pagar a passagem. Não podemos confiar nessas máquinas para recarregar, os passageiros sempre ficam na mão", diz.

O mesmo foi relatado por usuários da estação paulista. Uma jovem que trabalha na região disse que nunca recarrega o bilhete nos totens, "pois o sistema fica fora do ar com bastante frequência".

Resposta

Em nota, a ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da linha 4-amarela de metrô, diz que está atuando em conjunto com a empresa fornecedora das máquinas de recarga de Bilhete Único, a Perto, para solucionar o problema dos equipamentos que estão inoperantes devido a uma “inconsistência de sinal nas estações Paulista, Faria Lima e Fradique Coutinho”.

Até o serviço ser restabelecido, a concessionária orienta os passageiros a utilizarem as cabines de recarga da Prodata localizada nas estações Paulista, Butantã, Pinheiros, Higienópolis-Mackenzie e São Paulo-Morumbi.

A empresa Perto disse que o problema ocorreu devido a instabilidade nos links de comunicação. Segundo eles, a informação de que as máquinas voltariam a funcionar na próxima semana não procede.

Foi dito que a empresa está “trabalhando intensamente para solucionar o problema o quanto antes“, mas não foi mencionado uma data específica para a resolução. Ao fim desta terça (8), a Perto também afirmou que somente a estação Faria Lima estava com sistema indisponível.
 

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.