Descrição de chapéu Grande SP

Bancário morre em assalto no dia em que comprou moto de luxo no ABC

Ao menos seis criminosos não identificados, em três motocicletas, participaram do crime

São Paulo

Um bancário de 32 anos morreu após ser alvo de ao menos quatro tiros, durante uma tentativa de assalto, quando a vítima trafegava com uma moto de luxo, na noite deste sábado (9), mesmo dia em que havia comprado o veículo, em São Bernardo do Campo (ABC). Nenhum suspeito havia sido preso até a publicação desta reportagem.

Outro latrocínio (roubo com morte) de um agente penitenciário também ocorreu, na noite deste sábado, na zona sul da capital paulista.

Um estudante de 32 anos, amigo de Vinícius da Silva Augusto , afirmou à polícia que ambos seguiam com suas motos BMWs pela avenida Maria Servidei Demarchi, quando na altura do número 689 foram abordados por uma dupla de bandidos, em outra moto.

As companheiras dos amigos os seguiam com um Citroën C3. Elas bateram com o veículo na moto dos bandidos, que caíram, segundo registrado pela Polícia Civil. Ambos os suspeitos fugiram após o acidente. A moto usada por eles, com registro no Recife, foi abandonada. O responsável pela moto não foi localizado.

O bancário Vinícius da Silva Augusto, 32 anos, morreu após ser alvo de ao menos quatro tiros, durante uma tentativa de roubo, quando a vítima trafegava com uma moto de luxo, na noite deste sábado (9), em São Bernardo do Campo (ABC). Nenhum suspeito havia sido preso até a publicação desta reportagem. A vítima havia adquirido o veículo no dia do assalto - Arquivo Pessoal

O estudante acelerou, assim como as mulheres do carro, sendo seguidos por mais duas motos, ocupadas cada uma por dois ladrões.

O bancário, pelo fato de ter adquirido a BMW G310 GS, no dia do crime, não tinha muita experiência para guiar o veículo, segundo o amigo, e por isso estacionou a motocicleta de luxo --avaliada em R$ 25.393, segundo tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Ao ser abordado pelos quatro bandidos nas motos, segundo registrado pela polícia, o bancário foi ferido com tiros no ombro, costelas, costas e em uma das pernas. Os ladrões fugiram em seguida, sem levar nada.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado e constatou a morte do bancário ainda no local da tentativa de roubo.

O caso foi registrado como latrocínio (roubo com morte) no 3º DP de Sâo Bernardo do Campo, que trabalha para identificar os suspeitos. Ao menos três câmeras de monitoramento teriam registrado a abordagem à vítima.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.