São Bernardo e Santo André prorrogam toque de recolher até o dia 30

Medida entre outros, paralisa o transporte público nas duas cidades do ABC entre as 22h e as 4h do dia seguinte

Juca Guimarães
São Paulo

O toque de recolher noturno em São Bernardo do Campo e em Santo André (ABC), adotado devido às altas taxas de internações pela Covid-19, foi prorrogado até o dia 30 deste mês. Com isso, as cidades mantêm as restrições mais rígidas de circulação das 22h às 4h. Eles terminariam, respectivamente, neste domingo (13) e nesta segunda (14).

Também durante esse horário não haverá circulação de transporte público.

Em São Bernardo do Campo, a gestão do prefeito Orlando Morando (PSDB) publicou o decreto nesta sexta-feira (11). O documento determina que as atividades comerciais estão autorizadas a funcionar até as 21h, mesmo limite para os sistemas de drive-thru e retirada na própria loja ou nos restaurantes.

Agentes da Guarda Civil Municipal orientam motoristas sobre o toque de recolher noturno em ruas de São Bernardo - Ricardo Cassin - 3.jun.21/Divulgação PMSBC

Depois das 21h, só poderão ser feitas as entregas de pedidos feitos por telefone ou aplicativos.

A prefeitura informou ainda que manterá as barreiras policiais em pontos estratégicos montadas pela GCM (Guarda Civil Municipal) para fiscalização das medidas, com apoio das Polícias Militar e Civil.

Também será proibida a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, lutas de artes marciais e o funcionamento de saunas e vestiários.

São Bernardo contabiliza 77.179 casos de Covid-19 e 2.687 mortos pela doença. A taxa de ocupação de enfermaria é de 66%, e a de UTI, 74%.

Santo André

Devido o Dia dos Namorados, em Santo André, cidade administrada pelo prefeito Paulo Serra (PSDB), a circulação dos transportes públicos será interrompida apenas a 1h deste domingo.

Segundo a prefeitura, o decreto que prorroga o toque de recolher será publicado neste sábado (12).

Na cidade, os bloqueios são montados em áreas que fazem limite com outros municípios.

Até agora Santo André registrou 2.217 mortes por Covid-19. A cidade conta com 57.251 casos confirmados. A taxa de ocupação de enfermaria é de 55%, e a de UTI, 74%.

VEJA COMO FUNCIONA

Horário de restrição: das 22h às 4h
Quando termina: 30 de junho

São Bernardo

  • atividades econômicas, sociais e administrativas podem funcionar entre 6h e 21h com 40% de ocupação e uso obrigatório de máscara e álcool em gel, além da aferição de temperatura
  • ônibus não podem circular entre 22h e 4h
  • delivery estará autorizado a funcionar até meia-noite
  • sistemas drive-thru e de retirada só até as 21h
  • podem circular pessoas que estejam a caminho de serviços de urgência e emergência, farmácias, hospitais veterinários, bem como trabalhadores da indústria, telecomunicações e segurança
  • está liberado o funcionamento das atividades de serviços de limpeza pública, manutenção urbana e serviço funerário
  • autorizado transporte privado de passageiros
  • vetada a prática de esportes coletivos em áreas públicas e privadas, inclusive em clubes sociais e esportivos
  • barreiras policiais estão sendo montadas em pontos estratégicos pela força de segurança da cidade
  • segundo a prefeitura, a pessoa ou o estabelecimento comercial que descumprir o decreto podem ser multados administrativamente e o local, interditado.

Santo André

  • atividades comerciais podem funcionar entre das 6h às 21h com limite de 40% de ocupação
  • fica restrita a circulação de pessoas e veículos, com exceção dos casos de necessidade, urgência e emergência
  • ônibus não podem circular entre 22h e 4h
  • delivery estará autorizado a funcionar até meia-noite
  • parques municipais podem funcionar entre 6h e 18h
  • não está prevista aplicação de multa para quem descumprir o toque de recolher, mas sim ações de conscientização e orientação.

Fontes: prefeituras de Santo André e de São Bernardo do Campo

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.