Com cabeça no Paulista, Peixe perde do Atlético-GO

Santos entra com mistão, fica com dez e leva castigo no fim

Surpreendeu-se quem esperava um Santos bem superior ao Atlético-GO no estádio Antônio Accioly, pela terceira fase da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (4). A equipe goiana encarou o adversário, cresceu quando ficou com um jogador a mais, no começo do segundo tempo, e abriu boa vantagem de 1 a 0 no primeiro confronto.

Foi uma dura derrota antes do decisivo duelo com o Corinthians, na segunda-feira, valendo uma vaga na final do Paulista. O estrago seria pior se o Dragão aproveitasse ótimo contragolpe no final. Everson saiu bem e evitou o segundo gol de Jorginho.

O estreante Jorge, do Santos, conduz a bola no jogo com o Atlético-GO
O estreante Jorge, do Santos, conduz a bola no jogo com o Atlético-GO - Ivan Storti/Santos FC

A proximidade do clássico talvez tenha atrapalhado a concentração dos jogadores peixeiros. O time entrou em campo sem cinco importantíssimas peças da formação de Sampaoli: Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez, Jean Mota e Derlis González. Estreante, o lateral esquerdo Jorge deixou boa impressão.

Na defesa, Gustavo Henrique, que ontem conseguiu efeito suspensivo para enfrentar o Timão, foi a novidade. Mas o beque voltou a levar um cartão vermelho, aos 7min do segundo tempo. O Atlético, que já fazia jogo parelho, soltou-se em campo e começou a exigir mais de Everson, o goleiro do Peixe em jogos da Copa.

O Dragão não controlou a partida com um a mais —tanto que Sasha teve ótima chance aos 15min, salva por Lucas Rocha—, mas passou a criar chances. Os anfitriões marcaram aos 37min, com Jorginho, de cabeça, e quase ampliaram nos acréscimos.

O jogo de volta, na próxima quinta-feira (11), está marcado para o Pacaembu, mas o Santos deseja mudá-lo para a Vila Belmiro.

UOL

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.