Um novo São Paulo estreia no Brasileirão contra o Botafogo

Reforçado por Pato, Tchê Tchê e Bueno, Tricolor abre Nacional, contra o Fogão, atrás de dias melhores

Luís Marcelo Castro
São Paulo

Depois de amargar decepções nos primeiros meses do ano, o São Paulo reforçou o seu elenco e espera estrear com o pé direito, às 16h, no Morumbi, na abertura do Campeonato Brasileiro, diante do Botafogo.

A base da equipe que ficou com o vice-campeonato paulista agora terá a companhia do volante Tchê Tchê, que teve uma passagem vitoriosa pelo Palmeiras ao lado do técnico Cuca, em 2016, do meia Vitor Bueno, ex-Santos e Dínamo de Kiev-UCR, e, principalmente, do atacante Alexandre Pato, que retorna ao clube depois de cinco anos no exterior.

Alexandre Pato em treino no CT da Barra funda; o atacante reestreia no comando de ataque do Tricolor
Alexandre Pato em treino no CT da Barra funda; o atacante reestreia no comando de ataque do Tricolor - Sãopaulofc.net/Divulgação

Embora mostre pouca confiança em encerrar o jejum de títulos que assombra o time desde 2012, a torcida tricolor acredita que, com esse time, ao menos o fantasma do rebaixamento passe longe, diferentemente de 2016 e 2017, e que o grupo de Cuca possa beliscar uma vaga na Libertadores em 2020.

Afinal, a queda precoce no torneio continental deste ano, ainda na fase preliminar, contra o argentino Talleres, a ameaça de ficar fora das quartas de final do Estadual e os péssimos resultados nos clássicos disputados assustaram os são-paulinos.

André Jardine acabou deixando o comando e o desempenho só melhorou quando a molecada de Cotia, como Igor Gomes, Antony, Luan e Liziero, assumiu a responsabilidade no lugar dos medalhões, já sob a batuta de Vagner Mancini.

O time embalou, passou por Ituano e Palmeiras, mas foi derrotado pelo Corinthians na decisão do Paulista. Com os reforços e a recuperação dos lesionados, especialmente Pablo, Rojas e Hernanes, o São Paulo pode almejar um torneio digno.

E, para o Tricolor, nada melhor que começar a caminhada com uma vitória, em casa, diante do cambaleante Botafogo, que não contará com seus principais centroavantes: Kieza saiu para o Fortaleza e Diego Souza está fora por força do contrato.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.