Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Constrangimento verde só terá fim com vitórias e títulos

Vitor Guedes
São Paulo

E o povo como está? Está com a corda no pescoço, é o dito popular, deixa a carne, rói o osso... Alô, povão, agora é fé! O presidente Mauricio Galiotte e o cartola remunerado Alexandre Mattos participaram da apresentação de Mano Menezes, em uma entrevista em que ficou claro o constrangimento de todos com a rejeição quase unânime da torcida pelo novo técnico.

O presidente Mauricio Galiotte apresenta o novo técnico palmeirense, Mano Menezes, na Academia de Futebol
O presidente Mauricio Galiotte apresenta o novo técnico palmeirense, Mano Menezes, na Academia de Futebol - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Experiente e preparado para os questionamentos, Mano Menezes, que tem o Corinthians carimbado em sua imagem, calculou suas respostas para tentar uma trégua com a galera que canta, vibra e corneta, e não botar mais lenha na fogueira. Só blá-blá-blá, no entanto, não vai resolver. Mano terá que enfileirar uma série de vitórias, a começar por amanhã, contra o Goiás, fora, para ter êxito. “Se as coisas andarem bem, o torcedor é o primeiro a reconhecer”, declarou. Aguardemos...

Exibir a camisa 9 do Palmeiras com seu nome para brincar que não será retranqueiro soou tão natural quanto protesto que a própria torcida grava para exibir mas redes antissociais.

Se a torcida tem todo o direito de estar chateada com a má fase da equipe (que perdeu Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores e perdeu também a liderança do Brasileirão) e querer a saída de Alexandre Mattos, ninguém tem o direito de ameaçar ou constranger jogador em seu momento de folga na rua nem ofender, xingar e acusar sem provas dirigente na porta de seu condomínio. O futebol não pode tratar como algo normal o que é caso, reiterado, de polícia. Agora, quem banca e cria cobra tem que estar preparado para ser picado por ela.

Amanhã, feriado da Independência, tem rodada do Brasileirão, no meio de semana tem decisão da Copa do Brasil... Enquanto isso, em Miami(?!), a seleção da CBF, com Neymar, absurdamente convocado e escalado por Tite, faz amistoso contra a Colômbia. Não merece nem palpite!

Machado de Assis: “A arte de viver consiste em tirar o maior bem do maior mal.”

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.