Golaço de Gabigol decide vitória do Flamengo sobre o Santos

Ex-alvinegro assegura ao time rubro-negro título simbólico do primeiro turno

Marcelo Mora
São Paulo

O ex-santista Gabigol fez a diferença. E o Flamengo, além do título simbólico de campeão do primeiro turno, disparou na liderança do Brasileirão ao bater por 1 a 0 o Santos --que começou a rodada na segunda posição, com a possibilidade de tomar a primeira.

Com a vitória no Maracanã lotado, o time carioca segue na ponta, agora com 42 pontos, enquanto a equipe paulista permanece com 37. Com o gol deste sábado —um golaço—, Gabigol, líder da artilharia, chega ao seu 16º tento no campeonato.

O atacante Gabigol comemora sem pudor o gol marcado contra o ex-clube - Sergio Moraes/Reuters

As duas equipes entraram em campo empenhadas em disputar uma partida decisiva. Marcando a saída de bola do time santista desde o início, o Flamengo dominou o jogo e tentou chegar ao ataque pelas laterais, principalmente com Bruno Henrique pela direita.

O Peixe, por sua vez, teve alguma dificuldade para encontrar espaços para contra-atacar, o acabou ocorrendo aos 8min. Marinho arrancou pela direita, foi à linha de fundo e cruzou para trás. Jorge vinha na corrida, mas acabou furando.

O rubro-negro respondeu em seguida. Aos 13min, Éverson saiu jogando de maneira errada e entregou a bola nos pés do adversário; Gustavo Henrique conseguiu cortar, e a bola sobrou para Arrascaeta, que bateu cruzado, mas para fora.

Apesar do domínio flamenguista, o Peixe levava constante perigo. Aos 18min, foi a vez de Carlos Sánchez escapar pela direita e cruzar na área, para arremate do venezuelano Soteldo; a bola explodiu em Rodrigo Caio.

No momento de maior equilíbrio, um erro individual resultou na abertura do placar. Aos 43min, Eduardo Sasha, na intermediária ofensiva, falhou no passe e entregou a bola nos pés de Éverton Ribeiro, que, por sua vez, enfiou para Gabigol, pela direita do ataque.

O artilheiro provou que está em grande fase. Ao partir para cima de seu marcador e chegar à entrada da área santista, levantou a cabeça, viu Éverson adiantado, cortou para o lado e bateu de esquerda, por cobertura.

Na segunda etapa, logo no primeiro minuto, a bola sobrou para Gabigol bater da entrada da área e assustar Éverson. Aos 21min, Bruno Henrique quase ampliou após bela jogada individual pela esquerda da área e batida quase sem ângulo.

No final, o Flamengo teve grande chance para ampliar, mas Gabigol demorou demais para rolar para o livre Bruno Henrique. Não foi uma falha que custou o resultado ou a liderança.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.