'Meninos' de Carille têm uma semana para crescer e buscar virada

Experientes, corintianos precisam mudar atitude para superar o Independiente no Equador e chegar à final da Sul-Americana

Luís Marcelo Castro

Uma das justificativas do técnico Fábio Carille para a dura derrota do Timão para o Independiente del Valle, em Itaquera, foi a falta de experiência e malandragem em campo.

“É um grupo novo, tinha muitos meninos em campo. Era um jogo que só tinha ‘nego’ malandro, jogador vivido. Hoje esses jogadores precisam se acostumar com esse tipo de jogo”, comentou o treinador.

O atacante Vagner Love, 35 anos, precisa reencontrar o caminho das redes para ajudar o Corinthians a bater o Independiente del Valle, fora, e se classificar à grande final da Copa Sul-Americana
O atacante Vagner Love, 35 anos, precisa reencontrar o caminho das redes para ajudar o Corinthians a bater o Independiente del Valle, fora, e se classificar à grande final da Copa Sul-Americana - Daniel Augusto Jr. - 7.mai.19/Ag. Corinthians/Divulgação

Embora a média de idade dos “meninos” de Fábio Carille seja de mais de 28 anos —6 dos 11 titulares têm mais de 30 anos, eles terão uma semana, até quarta-feira (25), para crescerem, virarem homens experientes e buscarem a virada na semifinal da Copa Sul-Americana longe de casa.

Com exceção de Pedrinho e Mateus Vital, de 21 anos, curiosamente os mais regulares nos últimos jogos, o elenco é bastante experiente, mas precisa mostrar isso em campo. Deixar de lado a afobação e a desorganização e ganhar mais consistência ofensiva.

“Temos que fazer um grande jogo lá, talvez o melhor do ano. Contar com um pouquinho de sorte também porque é importante. Mentalmente será mais importante do que a parte técnica”, explicou o lateral direito Fagner.

Para avançar à decisão, o Corinthians precisará vencer por 3 a 0, no Equador, ou por dois gols de diferença, desde que marque ao menos um. Um triunfo por 2 a 0 levará a decisão para a marca dos pênaltis.

A situação não é nada fácil. Atuando nos 2.850 m de altitude de Quito, o Independiente del Valle tem 100% de aproveitamento como mandante na Copa Sul-Americana: derrotou o Unión Santa Fé (ARG) por 2 a 0, a Universidad Católica (CHI) por 5 a 0, o Caracas por 2 a 0 e o Independiente (ARG) por 1 a 0.

Além disso, neste ano, o Corinthians só conseguiu em três oportunidades —em 58 partidas— algum dos placares que precisa no Equador para chegar à final do mata-mata continental.

Fora de casa, foram dois os placares mais elásticos: fez 3 a 1 contra Ceará, pela Copa do Brasil, e Fortaleza, pelo Brasileiro, no Nordeste. Em casa, bateu o Avenida (RS), também pela Copa do Brasil, por 4 a 2.

Mas se os meninos de Carille repetirem o desempenho que deixou o Timão 14 jogos invicto, não custa sonhar com a vaga.

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.