Caneladas do Vitão: Não faltam assuntos para ignorarmos a seleção da CBF

Vitor Guedes

Cada um no seu cada um e deixa o cada um dos outros... Alô, povão, agora é fé! O futebol brasileiro não é suruba, mas ninguém é de ninguém e cada qual só quer tirar o seu da reta:

1) O lixo do VAR vai decidir o título do Campeonato Brasileiro? O circo eletrônico terá influência decisiva nas vagas à Libertadores? A arbitragem mudará os rebaixados à Série Baba com erros estapafúrdios?

O técnico Tite, durante treino da seleção brasileira
O técnico Tite vai comandar a seleção brasileira nos amistosos contra Senegal e Nigéria. - Carl de Souza - 16.ago.19/AFP

2) O sempre elogiado Fernando Diniz tem condições de colocar o São Paulo, o grande com maior tempo de fila, pelo menos no G-4 e, pois, direto na fase de grupos da Libertadores 2020?

3) Carille, responsável pelo fato de o Corinthians ter, disparado, a melhor defesa, jogará até o final do ano com alguma ousadia e variação ofensiva?

4) Jorge Sampaoli, que pode voltar à vice-liderança se bater o Palmeiras amanhã, vai ganhar um título pelo Santos ou, ao menos, colocar o Peixe direto na próxima Libertadores?

5) O Palmeiras vai sentir o tropeço contra o Atlético-MG ou terá forças para dar a volta por cima na Vila Belmiro e não desistir precocemente da perseguição ao favorito Flamengo?

6) Renato Gaúcho, que sabe que está em situação difícil na Libertadores e, pois, que pode ficar de fora da decisão, vai fazer o Grêmio levar o restante do Brasileirão à vera ou vai pagar para ver?

7) Jorge Jesus, que não é Deus nem Rinus Michels, continuará tendo seu ótimo trabalho no Flamengo minimizado por abjeta xenofobia?

8) Continuaremos a relativizar e tratar como normais protestos violentos e criminosos de torcedores, como se o futebol fosse um mundo à parte, sem lei?

Por falta de espaço, não pude listar outras 818 coisas mais importantes que os patéticos amistosos das seleções da CBF, principal e olímpica, que desfalcarão os clubes nas rodadas de amanhã e do final de semana.

Chico Xavier: “A sua irritação não vai solucionar problema algum. O seu mau humor não modifica a vida. Não estrague o seu dia”.
 

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.