Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Corinthians tem de brigar por Pedrinho na pré-Libertadores!

São Paulo

Ainda é cedo, amor, mal começaste a conhecer a vida, já anuncias a hora de partida sem saber mesmo o rumo que irás tomar... Alô, povão, agora é fé! A diretoria corinthiana não pode se dar ao luxo de pensar nos confrontos com o Palmeiras pela fase de grupos da Taça Libertadores do ano que vem!

Pedrinho é de suma importância nas fases prévias da Libertadores, para o Corinthians chegar ao Grupo 2
Pedrinho é de suma importância nas fases prévias da Libertadores, para o Corinthians chegar ao Grupo 2 - Daniel Augusto Jr. - 26.nov.19/Ag. Corinthians/Divulgação

Para minimizar a possibilidade de um novo vexame à Tolima, como aconteceu em 2011, é imperativo a diretoria bater o pé e não abrir mão de Pedrinho! Com todo o respeito à seleção pré-olímpica da CBF, o mínimo que se espera do Corinthians é que priorize o próprio time... E, da série "cada um com seus problemas", a CBF que se vire!

O Corinthians já errou tudo que podia ao adiar a demissão de Fábio Carille, que claramente já havia perdido o grupo, e aumentou o tamanho do equívoco ao aceitar que o cansadinho Tiago Nunes assumisse o time só em 2020! Tivesse trabalhado direito, o Coringão já estaria qualificado para a fase de grupos.

Leite derramado, a questão agora é limpar a barra sem passar pano para a CBF! O primeiro confronto, contra um time boliviano ou o Guaraní-PAR, que tirou o Timão da Libertadores-2015, tem de rolar com Pedrinho em campo. E mais: o meia-atacante não pode ficar de fora da pré-temporada! É o que eu acho que o Corinthians deveria fazer. Não é o que, acredito, fará!

Passando dessa primeira fase, mesmo pipocando para a CBF, o Timão tem ainda Cerro Largo-URU ou Palestino-URU, para, sobrevivendo aos dois mata-matas, só aí pensar no Grupo 2, encabeçado pelo maior rival.

É compreensível que a Fiel (que ainda não sabe o que será o amanhã com Tiago Nunes) e a torcida que canta, vibra e corneta (que tem a esperança de que Luxa volte aos bons tempos) já projetem os duelos da fase de grupos. Diretoria, comissão técnica e elenco corinthiano não têm esse direito ainda!

Guimarães Rosa: "O real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Vitor Guedes
Vitor Guedes

42 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Assuntos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.