Descrição de chapéu Opinião

Caneladas do Vitão: Retrospectiva da frustrante temporada palmeirense!

São Paulo

Dinheiro na mão é vendaval, é vendaval, na vida de um sonhador, de um sonhador, quanta gente aí se engana e cai da cama com toda a ilusão que sonhou... Alô, povão, agora é fé! Da Copinha, em janeiro, ao Mundial, que nem sequer disputou, em dezembro, o ano passou zerado para o Palmeiras, que não ganhou bulhufas! 

Jogadores do Flamengo comemoram o gol de Arrascaeta, que abriu a goleada por 3 a 0 do Rubro-Negro sobre o Palmeiras, no Allianz Parque
Jogadores do Flamengo comemoram o gol de Arrascaeta, que abriu a goleada por 3 a 0 do Rubro-Negro sobre o Palmeiras, no Allianz Parque - Alexandre Vidal - 1º.dez.19/CRF/Divulgação

Não teve volta olímpica sob o comando do Felipão no "Paulistinha", na Copa do Brasil e na Libertadores; não teve conquista do interminável Campeonato Brasileiro de pontozzz corridozzz com Mano Menezes; não teve, nem com Felipão nem com Mano, vitória em Dérbi...

A contratação mais badalada para a frustrante temporada foi Ricardo Goulart, que voltou para a China antes de a torcida que canta, vibra e corneta sentir falta da sua ausência...

Alguns tentaram minimizar o ano fracassado palmeirense usando números, percentual de vitórias e blá-blá-blá. Teve até quem, desprovido de qualquer senso do ridículo, quis comparar a pontuação da equipe em 2019 com outros campeonatos, como se os adversários e as circunstâncias fossem os mesmos, mas o torcedor não é idiota e sabe que o Palmeiras não ganhou um único jogo grande em toda a temporada: é o armagedon!

Vejamos: no Paulista, além de apanhar do Corinthians, no Allianz, o jogo mais importante da fase de classificação, o Palmeiras foi eliminado no mata-mata semifinal pelo São Paulo; na Libertadores, quando encarou o primeiro grande adversário, o Grêmio, deu adeus nas quartas; a Copa do Brasil acabou também nas quartas, contra o Inter, no primeiro desafio à vera que apareceu na competição; no Brasileiro, quando enfrentou o Flamengo, na reta final do primeiro turno, chance de retomar a ponta e mostrar que brigaria, tomou 3 a 0, fora o baile...

A melhor notícia para o Palmeiras no ano é que 2019 está acabando!

Charles Bukowski: "Nunca espere demais, da sorte ou dos outros, no fim não há quem não decepcione você".

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na banca!

Vitor Guedes
Vitor Guedes

42 anos, é ZL, jornalista formado e pós-graduado pela Universidade Metodista de São Paulo, comentarista esportivo, equilibrado e pai do Basílio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.