Pablo sai do banco e comanda vitória de virada do São Paulo

Atacante marca dois e garante triunfo sobre o Santos no Morumbi

São Paulo

O silêncio ensurdecedor que pairou as arquibancadas do Morumbi —em razão dos portões fechados devido a pandemia do coronavírus— regeu a vitória de virada do São Paulo sobre o Santos por 2 a 1 pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

O atacante Pablo comemora gol no duelo entre Santos e São Paulo, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista
Pablo fez os dois gols da virada para o São Paulo - Rubens Chiri/saopaulofc.net

Depois de sair atrás com um gol de Arthur Gomes, o Tricolor viu a estrela de Pablo brilhar. O atacante, que saiu do banco de reservas, fez dois gols, garantiu os três pontos para a equipe da casa, neste sábado (14), e acabou com um jejum de nove jogos sem marcar.

O triunfo praticamente garante a equipe de Fernando Diniz na próxima fase do torneio, que depende apenas de um ponto para avançar. Mesmo com o revés, a classificação do time de Jesualdo Ferreira também está bem encaminhada. O Alvinegro lidera o grupo A com cinco a mais que Oeste e Água Santa.

As duas equipes entraram em campo com força máxima —apenas Perri substituiu Volpi e Arthur Gomes entrou na vaga de Sasha, ambos por lesão.

Adiantando a marcação e tendo a iniciativa, o Tricolor iniciou a partida melhor, enquanto o Peixe apostou em jogadas de velocidade pelas beiradas do campo.

Tanto que as únicas duas finalizações do começo do jogo foram dos mandantes. Primeiro com Antony e depois com Vitor Bueno, mas ambas sem grande perigo.

Apesar de dominar a posse de bola, o Tricolor praticamente não conseguiu chegar à meta santista. Até que, na primeira finalização, aos 29min, o Peixe balançou a rede em uma linda jogada. Felipe Jonatan roubou a bola de Antony e tocou para Sánchez. O uruguaio tabelou com Arthur Gomes e tocou na direita para Pará, que cruzou na medida para o atacante bater firme e vencer Perri.

São Paulo e Santos jogam no Estádio do Morumbi sem a presença do píblico depois de decisão da Federação Paulista de Futebol, em meio a preocupação com a pandemia de coronavírus
Santos e São Paulo atuaram em um Morumbi vazio - Eduardo Knapp/Folhapress

A equipe de Diniz respondeu, aos 32min, em finalização de fora de Antony para uma boa defesa de Everson. Apostando nos contra-ataques, o Alvinegro não criou mais nenhuma chance e ainda viu Jobson ser expulso, após uma entrada violenta em Daniel Alves.

Antes do intervalo, aos 48min, Bruno Alves testou firme após escanteio e parou no goleiro santista. Assim, o Peixe foi para o intervalo vencendo por 1 a 0.

Com um jogador a mais, Diniz tirou o zagueiro Bruno Alves e colocou Pablo. E foi do atacante o gol de empate, aos 7 min. Em falta, Daniel Alves levantou a bola na área, Everson saiu mal e o camisa 9 fez o tento da igualdade tricolor.

A maioridade numérica em campo favoreceu o crescimento dos mandantes, que conseguiram a virada, aos 21min, mais uma vez com Pablo. Pato aproveitou uma sobra de bola após escanteio e cruzou na medida, para o atacante testar para o gol.

O São Paulo ainda empilhou diversas chances, com Pablo, Pato e Vitor Bueno. O placar não foi mais elástico por boas defesas de Everson e pelos erros de finalização.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.