Mulher acusa atacante Dudu de agressão

Ela registrou boletim de ocorrência de lesão corporal e violência doméstica; jogador nega

O atacante Dudu, do Palmeiras, acusado de agressão pela mulher - Cesar Greco /Palmeiras/Divulgação
São Paulo

O atacante Dudu, do Palmeiras, foi acusado de agressão por Mallu Ohanna Neves Rodrigues, 29 anos. Casados há 11 anos, ela diz que eles estão em processo de separação. Mallu registrou um boletim de ocorrência, por volta da 1h50 desta terça-feira (23), afirmando ter sido agredida pelo atleta às 18h do dia anterior.

O jogador nega as acusações. No final da tarde, Dudu foi à delegacia e, na saída, disse ter apresentado sua versão.

Mallu Ohanna Neves Rodrigues, 29 anos, afirmou em depoimento que estava em casa, na Barra Funda (zona oeste da capital paulista), quando o atacante a chamou por telefone para ir até a garagem da residência, onde ambos ainda moram, para pegar um computador.

Ela disse que, ao se encontrar com o jogador, Dudu “estaria demonstrando estranheza”. Por isso, segundo Mallu, ela perguntou o que estava acontecendo. Na sequência, ainda de acordo com o relato dela, Dudu ficou ríspido e a agrediu com socos na cabeça e no peito. Segundo Mallu, o jogador também puxou seus cabelos. “Contudo a mesma [vítima] conseguiu se desvencilhar defendendo-se”, diz trecho do boletim de ocorrência.

Ainda de acordo com a mulher de Dudu, o atleta permaneceu no local discutindo com ela após as supostas agressões, sendo afastado de Mallu por funcionários dela e também por prestadores de serviço do próprio atleta, que estavam no local.

Mallu foi ao hospital Albert Einstein, onde afirma ter realizado uma tomografia. O médico, segundo a polícia, indicou que ela tinha escoriações pelo corpo e dores musculares.

Ela afirmou ainda que, após cinco anos juntos, o relacionamento com o atleta começou a ficar conturbado. Discussões e agressividade por parte do atacante passaram a ser frequentes, disse Mallu à polícia. Segundo ela, o casal está separado há cinco meses.

Segundo a polícia, Mallu dispensou medidas protetivas contra o atleta, mas voltou atrás após o atleta desmetir publicamente as acusações da mulher. O caso foi registrado como violência doméstica e lesão corporal na 4ª Delegacia Seccional.

Resposta

O atacante Dudu afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, estar “absolutamente tranquilo e certo de sua inocência”. “Assim que soube da falsa acusação, se apresentou, nesta terça-feira [23], ao departamento responsável pela investigação, espontaneamente, sem qualquer intimação”, diz trecho de nota.

Dudu disse, ainda por meio de nota, que as supostas agressões teriam acontecido em local público, com câmeras de monitoramento por perto, além de ter sido testemunhado por pessoas. Isso, de acordo com o jogador, “facilitará o esclarecimento dos fatos e o prevalecimento da verdade.”

A advogada de defesa de Mallu, Liliane Aparecida Sobreira Ferreira, afirmou que sua cliente "está pronta para elucidar a verdade".

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.